João Vítor Castanheira
10/04/2019
23:39
Florianópolis (SC)

Do banco de reservas, mais uma vez, veio o triunfo do Vasco. Nesta quarta-feira, no estádio da Ressacada, Cruz-Maltino e Avaí faziam um jogo amarrado. Mas, assim como no último domingo, Yan Sasse entrou no segundo tempo para mudar a história da partida. O meia-atacante fez uma linda jogada e cruzou para Pikachu sacramentar a vitória por 1 a 0 e a classificação da equipe carioca para a quarta fase da Copa do Brasil.

Com o resultado, o Vasco embolsa R$ 1,9 milhão de premiação e vai com moral para a final do Campeonato Carioca contra o Flamengo, no próximo domingo (14), às 16h, no Nilton Santos. No mesmo dia e horário, o Leão da Ressacada busca se recuperar no clássico catarinense contra o Criciúma, pela semifinal do Estadual.

Leão atrás da caça
Jogando em casa e precisando do resultado, o Leão da Ilha saiu à caça nos dez primeiros minutos, quando chegou aos 65% da posse de bola. A primeira chance, porém, foi do Vasco. Aos 12, Danilo Barcelos (sempre ele), na bola parada, arriscou de longe e quase surpreendeu. Vladimir, atento, deu um tapa na bola. O domínio voltou para o Avaí, que pelo lado direito, assustava o Cruz-Maltino. Mas foi somente de fora da área que Pedro Castro, duas vezes, e Amorim botaram Fernando Miguel para trabalhar.

A camisa pesou?
No terço final da primeira etapa, o Avaí diminuiu o ritmo e deu campo ao Vasco. Nesta retomada, estreando como titular, Lucas Santos foi bastante participativo, mas errou na mesma proporção. De um passe errado do garoto nasceu a melhor chance dos catarinenses. A bola chegou para Lourenço, que da esquerda, cruzou. A bola foi desviada e sobrou para João Paulo completar. Fernando Miguel, no puro reflexo, tirou em cima da linha.

Inversão de papéis
O intervalo fez bem para o Vasco. Errando menos, os garotos da colina não levaram tanto perigo, mas seguraram a bola no campo de ataque do Cruz-Maltino e esfriaram o Avaí. No seu pior momento no jogo, porém, os donos da casa assustaram numa cabeçada de Marquinhos na segunda trave, mas o goleiro do Vasco salvou mais uma.

Ele de novo!
O Vasco controlava o jogo e o gol parecia amadurecer. Mas ele só viria após um toque de Midas de Valentim, que colocou Yan Sasse e Maxi López em campo. O argentino começou a jogada, que após um leve passe de Pikachu, chegou a Sasse. Aos 25 minutos, o meia-atacante invadiu a área pela esquerda, fez linda jogada para superar a marcação e cruzou rasteiro para Pikachu empurrar. Era o 1 a 0 e o Vasco muito perto da classificação.

Defesa afiada e classificação
Após o golpe, o Avaí até ameaçou uma reação, mas a equipe carioca resguardou-se no campo de defesa. No último minuto, Fernando Miguel quase deixou escapulir uma bola alçada, mas segurou firme e colocou o Vasco na próxima fase da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA
AVAÍ 0 X 1 VASCO

Estádio: Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data/hora: 10/04/2019, às 21h30
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade (RS)
Público/renda: 15.225 pagantes / R$ 453.006
Cartão amarelo: Matheus Barbosa e Marquinhos Silva (AVA), Lucas Santos, Tiago Reis, Fernando Miguel e Pikachu (VAS)

GOLS: Pikachu 25' 2ºT

AVAÍ: Vladimir, Iury, Marquinhos Silva, Betão e Lourenço (Julinho, 31'/2ºT) ; Mosquera (Brizuela, 31'/2ºT), Pedro Castro, Matheus Barbosa (Luan Pereira, 15’/2ºT) e João Paulo; Getúlio e Daniel Amorim. Técnico: Geninho

VASCO: Fernando Miguel, Raul Cáceres, Werley, Ricardo e Danilo Barcelos; Raul, Lucas Mineiro e Lucas Santos (Yan Sasse, 23'/2ºT); Pikachu (W. Maranhão, 42'/2ºT), Marrony e Tiago Reis (Maxi López,18'/2ºT). Técnico: Alberto Valentim