Oeste x Avaí - Comemoração

Foto: Jefferson Vieira/Oeste FC

Futebol Latino
28/08/2020
21:10
Barueri (SP)

O desempenho não foi brilhante, mas serviu ao propósito do Avaí frente ao Oeste nessa sexta-feira (28) na Arena Barueri pelo Brasileirão da Série B. Apostando fundamentalmente nos contra-ataques após abrir a contagem, o time catarinense foi letal quando pôde e sacramentou o placar de 2 a 0.

Agora, os comandados de Geninho chegam aos seis pontos e a 10ª posição enquanto o time paulista segue no Z4 com somente duas unidades que o relegam ao 19º posto.

PRESSÃO COM RESULTADO

O volume ofensivo da equipe do Avaí era marcante nos primeiros minutos de jogo, rondando a meta defendida pelo goleiro Luiz onde duas finalizações (uma delas em cruzamento que foi direto pro gol de Daniel Amorim) já haviam colocado o arqueiro adversário em estado de atenção.

Curiosamente, a abertura do marcador veio em novo cruzamento onde a bola bateu no travessão e, após ficar viva na grande área do Oeste, caiu nos pés do meio-campista Pedro Castro. O camisa 7 Azzurra ajeitou e bateu com categoria bola que foi no ângulo de Luiz que nada pôde fazer para evitar o tento avaiano.

MUDOU DE LADO

Depois do gol sofrido, o Rubrão conseguiu se organizar a ponto de reter mais a posse da bola e ele ser o time mandante das ações de ataque. Porém, sem tenta efetividade como o adversário nos primeiros minutos, o Oeste "parava" na dificuldade de finalizar em período onde somente Lídio, em batida de fora da área para grande defesa de Lucas Frigeri, conseguiu realmente passar perto de igualar o marcador.

Por sua vez, em postura claramente de reagir as ações do adversário, o Avaí recuava suas linhas e tentava acionar a saída rápida pelos lados do campo. A estratégia funcionou, efetivamente, apenas quando o lateral-esquerdo Capa recebeu passe na ponta da grande área e bateu forte para Luiz defender. 

TUDO NA MESMA

Assim como o placar, as propostas de jogo seguiam bem delineadas no sentido onde o time paulista era o responsável por trabalhar a posse de bola e ser o grande criador das jogadas ofensivas, o Avaí buscava trabalhar no "erro" do oponente, tentando encontrar o melhor momento de avançar em velocidade. E, mesmo chegando em menos oportunidades, o time de Santa Catarina foi quem levou mais perigo primeiro na bola alçada em batida de escanteio vinda do lado esquerdo. Ganhando no alto da zaga do Oeste, Daniel Amorim viu a testada bater caprichosamente na trave esquerda de Luiz.

Por parte da equipe dirigida por Renan Freitas, o mesmo problema de finalizações existente no primeiro tempo foi latente no segundo, tendo o time de Barueri apenas uma grande chance de marcar. Em batida de falta executada por Mazinho, a bola desviou na barreira e o arqueiro Lucas Frigeri defendeu com a bola já indo no contrapé.

FECHOU A CONTA

Com a questão física pesando principalmente contra o Rubrão, o Avaí via, aos poucos, a possibilidade de aplicar seus contra-ataques se tornando mais clara. Já aos 47 minutos, Leonan saiu em disparada pra cima da marcação, deu uma caneta no marcador e bateu firme onde Luiz e Salomão (quase em cima da linha) não conseguiram evitar com que a bola balançasse as redes.