Venezuela x Uruguai

Foto: Divulgação/Conmebol

LANCE!
08/06/2021
21:22
Futebol Latino

Jogando em Caracas na noite desta terça-feira (8), Venezuela e Uruguai não saíram do zero em duelo válido pela 8ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. Uruguaios chegam ao seu terceiro jogo seguido sem vencer, enquanto os venezuelanos ficam longe da zona de classificação.

Agora as seleções viram a chave visando a Copa América. A Venezuela tem pela frente o Brasil no domingo (13), às 18h, em Brasília. Já o Uruguai estreia diante da Argentina apenas na sexta-feira (18), já que folga na 1ª rodada. O duelo também será disputado na capital brasileira, mas às 21h.

VAR em ação
Apesar de jogar em solo venezuelano, o Uruguai propôs o jogo nos primeiros minutos. Com jogadas pelo lado direito e a frequente presença de González no campo de ataque, a Celeste Olímpica tentou infiltrar na defesa rival, mas só conseguiu finalizar uma vez, com Luis Suárez, que parou em Graterol.

Enquanto isso, a Venezuela se preocupou muito mais em se defender bem do que em tentar criar suas jogadas. Isolado no campo de ataque, Josef Martínez pouco foi acionado nos primeiros 15 minutos. Quando a bola chegou, o camisa 17 aproveitou o vacilo defensivo de Godín e Giménez e estufou as redes. Entretanto, o lance foi analisado pelo VAR e, em seguida, anulado por conta de um toque da bola no braço do atacante.

Venezuela melhor
O gol anulado animou os venezuelanos, que passaram a arriscar mais em suas jogadas. Participativos, Otero e Savarino passaram a organizar as principais jogadas da seleção da casa.

Enquanto o jogador do Corinthians arriscou de longe e parou nas mãos de Muslera, o atacante do Atlético-MG invadiu a área em velocidade e foi travado na hora certa pela defesa.

Tentando contar com a sorte
O Uruguai só voltou a criar uma oportunidade de gol aos 37 minutos e ela se deu em uma lambança dos venezuelanos. Em cobrança de falta, Suárez lançou na área, Graterol tentou sair de soco e mandou a bola contra o corpo do companheiro, quase marcando contra o próprio patrimônio.

Por outro lado, Josef Martínez seguiu à espreita, esperando uma oportunidade para voltar a marcar. Aos 45, Ferraresi cruzou e o atacante subiu com estilo, à frente do marcador. Mas, para sua infelicidade, o cabeceio passou por cima da meta de Muslera, levando o 0 x 0 para o intervalo.

Volta equilibrada
O começo do 2° tempo foi marcado pelo equilíbrio de lado a lado. Bem postada defensivamente, a Venezuela passou a obrigar o Uruguai a rodar a bola com passes de lado, sem muita objetividade.

Enquanto isso, o Uruguai tentou pressionar o erro venezuelano em várias saídas de bola. Em algumas ocasiões, a seleção da casa conseguiu sair da pressão, mas chegou ao campo de ataque e não conseguiu concluir a gol.

Salva Graterol
Passada a metade da etapa final, as seleções passaram a criar mais. Aos 25, Josef Martínez se movimentou bem no meio da defesa uruguaia e conseguiu o cabeceio, mas errou o alvo.

Como resposta, o Uruguai chegou pelo alto. Em cobrança de falta, Giménez apareceu no meio dos defensores e testou à esquerda do gol. Pouco tempo depois, Viña quase abriu o placar em duas oportunidades. Na primeira, o lateral do Palmeiras recebeu de De La Cruz, invadiu a área e bateu firme, fazendo a bola explodir no goleiro Graterol. No lance seguinte, o camisa 17 venceu a defesa e cabeceou para fora.

A vez de Muslera
Pela segunda vez no confronto o Uruguai chegou perto de marcar após uma lambança dos venezuelanos. Suárez apareceu na segunda trave em cruzamento e bateu para o meio. Cádiz tentou cortar e quase mandou contra a própria meta.

Aos 39 minutos foi a vez de Muslera salvar o Uruguai. Ferraresi subiu em cobrança de escanteio e testou firme, obrigando o goleiro uruguaio a mostrar repertório para afastar o perigo. Cásseres ainda tentou em cobrança de falta, e Celis arriscou de longe, mas ambos pararam no arqueiro uruguaio, que segurou o 0 x 0

FICHA TÉCNICA
VENEZUELA 0 X 0 URUGUAI
Local: Estádio Olímpico de la UCV, em Caracas-VEN
Data/Horário: 08 de junho de 2021 (terça-feira), às 19h30
Árbitro: Anderson Daronco (BRA)
Assistentes: Rodrigo Correa (BRA) e Bruno Boschilia (BRA) 
Cartões amarelos: Moreno, Rincón, Villanueva (Venezuela), Cáceres (Uruguai)

VENEZUELA: Graterol, Ferraresi, Chancellor, Villanueva e Rosales (Del Pino, aos 37'/2°T); Moreno, Rincón, Alex González (Feltscher, aos 37'/2°T), Otero (Cásseres, aos 29'/2°T) e Savarino (Celis, aos 37'/2°T); Josef Martínez (Cádiz, aos 33'/2°T). Técnico: José Peseiro

URUGUAI: Muslera, Giovanni González, Giménez, Godín e Cáceres; Torreira (Gorriarán, aos 43'/2°T), Vecino (Nández, aos 0'/2°T), Valverde e Facundo Torres (De La Cruz, aos 23'/2°T); Luis Suárez e Jonathan Rodríguez (Viña, aos 0'/2°T). Técnico: Óscar Tabárez