LANCE!
14/05/2018
09:00
Huddersfield (ING)

O domingo foi marcante para Arsène Wenger. A vitória por 1 a 0 sobre o Huddersfield, fora de casa, ficou em segundo plano. Foi a última vez que o treinador francês comandou o Arsenal em uma partida após 22 anos. O comandante garantiu que vai continuar no futebol porque é um "viciado no esporte".

- Continuarei ligado ao futebol, sobre isso não há nenhuma dúvida. Não sei se treinarei ou não. Sou um viciado em futebol e acredito que isso não tenha cura.


Wenger falou sobre sua última partida à frente dos Gunners. Ele classificou o momento no John Smith Stadium como "um dia lindo".

- Foi muito emocionante comandar o mesmo clube em 1.235 partidas. Para aproveitar a viagem faltava ganharmos a partida, e fizemos isso. Hoje foi um dia lindo - disse o treinador, de 68 anos.

Arsène Wenger - Huddersfield x Arsenal
Wenger foi o centro da atenções (Foto: Adrian Dennis / AFP)

Após 22 anos à frente do Arsenal, Wenger celebrou ter contribuído para a evolução do clube.

- Acho que tive um grande impacto na história do clube porque agora ele está em uma situação forte, com um novo estádio, um novo centro de treinamento e novos jogadores. Eu me sinto orgulhoso: ganhamos três vezes o Campeonato Inglês, passamos 49 partidas consecutivas sem perder e conquistamos sete vezes a Copa da Inglaterra - declarou.

Por fim, Wenger desejou "sorte" ao seu sucessor no comando dos Gunners.

- Acredito que o futuro seja promissor para o meu sucessor porque a equipe tem atitude e muita qualidade. São necessárias algumas contratações e acho que, se forem feitas, é possível brigar pelo título. Será complicado me adaptar, mas terei que aprender a fazer isso. Desejo o melhor a este grupo de jogadores e à comissão técnica que chegar. Vou continuar sendo torcedor do Arsenal para sempre.