Manchester City x Chelsea

Manchester City e Chelsea disputam a final da Champions League (Foto: MARTIN RICKETT / POOL / AFP)

LANCE!
13/05/2021
10:01
Porto (POR)

O palco da final da edição 2021/22 da Champions League foi oficializado pela Uefa. Nesta quinta-feira, a entidade máxima do futebol europeu confirmou que o Estádio do Dragão, em Portugal, receberá Manchester City e Chelsea, no dia 29, às 16h (de Brasília).

> Final com torcida! veja como anda a liberação de público pelo mundo

Seis mil torcedores de cada lado são esperados na casa do Porto. O estádio foi escolhido após dificuldades de viagens para Istambul, capital turca, onde estava marcada a disputa da final. O governo do Reino Unido colocou a Turquia em sua lista vermelha de destinos turísticos, ou seja, caso a final fosse no país, nenhum dos torcedores ingleses seria capaz de viajar para o jogo.

Esta é a segunda vez seguida que Portugal receberá uma final de Champions, e a primeira vez que o estádio do Porto sediará a grande decisão. Na temporada passada, a final entre Bayern de Munique e PSG foi realizada no Estádio da Luz, casa do Benfica.

Em nota oficial, a Uefa garantiu que tentou de tudo para que a final fosse disputada na Inglaterra, mas, "apesar dos esforços exaustivos da federação, não foi possível obter as isenções necessárias do regime de quarentena do Reino Unido".

> Quem mais ganhou? Qual foi a pior defesa? As estatísticas da Champions

- Acho que todos podemos concordar que esperamos nunca passar um ano como o que acabamos de suportar. Os torcedores tiveram que sofrer mais de doze meses sem poder ver seus times ao vivo e chegar à final da Liga dos Campeões é o ápice do futebol de clubes. Privar esses adeptos da oportunidade de verem o jogo em pessoa não era uma opção e estou muito satisfeito por este compromisso ter sido alcançado. Depois do ano que a torcida vem sofrendo, não é certo que não tenham a chance de assistir aos seus times no maior jogo da temporada - disse o presidente da Uefa, Aleksander Ceferin.

PRESSÃO NA INGLATERRA
O Reino Unido chegou a pressionar a Uefa
para que a final da Champions League fosse disputada no estádio de Wembley, segundo informou há alguns dias a imprensa inglesa. O motivo seria a nova onda de transmissão da Covid-19 na Turquia.

ARBITRAGEM DA DECISÃO
A Uefa divulgou na última quarta-feira, a equipe de arbitragem que vai participar de Manchester City x Chelsea. Antonio Miguel Mateu Lahoz, também chamado apenas de Mateu Lahoz, apitará sua primeira final de Champions. O espanhol de 44 anos já foi quarto árbitro na decisão entre Liverpool e Tottenham, em 2019.

Estádio do Dragão
Estádio do Dragão receberá a final (Foto: Reprodução)