Tottenham x Leicester

Sanchez marcou o primeiro gol da partida (Foto: Reprodução/Tottenham)

LANCE!
10/02/2019
13:25
Londres (ING)

Quem disse que o Tottenham não está na briga pelo título? Mesmo ainda desfalcado, os Spurs fizeram o dever de casa, na manhã deste domingo, e venceram o Leicester, por 3 a 1, e continuam na caça aos líderes da Premier League. Eriksen, Sanchéz e Son fizeram os gols do time londrino, Vardy descontou.

ETAPA INICIAL LONDRINA
Sem Vardy no primeiro tempo, o Leicester foi presa fácil para o Tottenham no primeiro tempo. Sem referência no ataque, os Foxes sofreram para tentar organizar tramas ofensivas, o que deixou os Spurs tranquilos para abrir o placar.

Entretanto, a pressão do Tottenham estava sendo inútil, já que defensivamente o Leicester se segurava, mas em cruzamento oriundo da ponta direita, aos 33 minutos, Sanchéz se antecipou a defesa e testou na saída de Schmeichel, para abrir o placar para os Spurs e dar a vantagem na ida para o intervalo.

QUEM NÃO FAZ, LEVA!
Depois de um primeiro tempo inofensivo, o Leicester voltou com Vardy para o segundo tempo e a substituição surtiu efeito nos minutos iniciais, até que Vertonghen deu carrinho em Maddison dentro da área e cometeu pênalti. Na cobrança, Vardy foi parado por Lloris, que voou no canto direito baixo para defender.

E como a bola pune, o Tottenham precisou de apenas três minutos após o susto para marcar o segundo gol em Wembley. Em jogada trabalhada, Llorente achou Eriksen na entrada da área e o meia acertou um lindo chute para balançar as redes e ampliar a vantagem.

VARDY DIMINUI, MAS SON MATA O JOGO
O pênalti perdido e o gol não tiraram a vontade do Leicester, que continuou buscando uma reação na partida. Tanto lutaram, que a recompensa veio. Em cruzamento de Ricardo Pereira, Vardy se redimiu, descontou para os Foxes aos 31 minutos e deu esperanças aos visitantes.

Mas para o azar do Leicester, o Tottenham se defendeu bem e aproveitou que os Foxes estavam todos no campo de ataque para encaixar um contra-ataque e matar o jogo, quando Son, já nos acréscimos, saiu frente a frente com Schmeichel e tocou no canto para liquidar a fatura em Wembley.