Chile x Uruguai

Torcedor invadiu o gramado com uma "cabeça" de galo Mauro PIMENTEL / AFP

LANCE!
24/06/2019
23:13
Rio de Janeiro (RJ)

Além do belo gol de Cavani, outro lance chamou a atenção na vitória por 1 a 0 do Uruguai sobre o Chile, nesta segunda-feira, no Maracanã, pela terceira rodada do Grupo C da Copa América. Aos 28 minutos do segundo tempo, um torcedor invadiu o gramado do estádio com uma "cabeça de galo" e conseguiu correr até o meio de campo.

Nem os quatro seguranças que corriam atrás dele conseguiam o parar. Então, o zagueiro chileno Jara derrubou o torcedor colocando a perna na frente dele. O uruguaio Suárez chegou a pedir cartão amarelo para Jara, mas o juiz brasileiro  Raphael Claus nada deu.

Após o lance, o torcedor foi levado pelos seguranças para fora do gramado.

Com a vitória, o Uruguai vai encarar o Peru nas quartas de final da competição. Já o Chile vai enfrentar a Colômbia na próxima fase.

FALA, RUEDA!

Na entrevista coletiva concedida após o jogo, Reinaldo Rueda comentou sobre o inusitado episódio, ocorrido já na reta final da partida. Para ele, não houve interferência por causa da invasão ou pela atitude de Jara. 

- Acho que não afetou em nada. Tem que ser controlado bem, nos concentrar e não tem porque isso afetar os atletas. É preciso avaliar pois uma pessoa estranha atrapalhar o jogo é um desrespeito ao nosso trabalho. Uma pessoa sem escrúpulos, viola todas regras do espetáculo. Se uma pessoa invadisse o meu escritório... Não quer dizer que precisa chutar (o torcedor), mas é preciso respeito - opinou.