Cavani e Unai Emery - PSG

Cavani e Emery concederam entrevista coletiva nesta terça-feira (Foto: Franck Fife / AFP)

LANCE!
25/07/2017
19:05
Miami (EUA)

O mundo do futebol ficou à espera da entrevista coletiva do PSG, que ocorreu no início da noite desta terça-feira, em Miami. A expectativa é que alguma nova informação - e quem sabe o acerto com Neymar - fosse dada. No entanto, o técnico do time francês, Unai Emery, não entrou na questão e preferiu falar sobre a preparação do time, que enfrenta a Juventus nesta quarta, às 21h30 (de Brasília). Já o atacante Edinson Cavani ainda comentou sobre uma possível parceria com o camisa 11 do time catalão.

Na coletiva, a assessoria de imprensa do PSG determinou que perguntas sobre Neymar não fossem feitas. Mas os jornalistas não seguiram o pedido. O atacante uruguaio falou sobre a possibilidade de atuar com o brasileiro.

- Sinceramente estamos falando de um grande jogador. Qualquer atleta gosta de atuar com grandes jogadores. É normal para um futebolista, mas isso são coisas de mercado. No momento que estou em minha equipe, meus companheiros são os melhores. Eles são os que contam. Se algum outro companheiro chega, seja bem-vindo.

Cavani também falou sobre a decisão com o Monaco no próximo sábado. 

Cavani - PSG
Cavani rasgou elogios a Neymar (Foto: Hector Retamal / AFP)

- A coisa principal é trabalhar bem para o que vai ser o ano. A cabeça está no Paris porque em quatro, cinco dias temos uma final, e é quando começa a nossa temporada. Queremos começar com o pé direito - disse o atacante, antes de falar sobre novo posicionamento no clube francês:

- Acho que aqui neste último ano voltei a jogar no centro de ataque, com a liberdade de terminar a jogada. Tive a oportunidade de fazer o que desejava e queria, e tivemos um bom ano, trabalhamos para estar sempre no topo - concluiu o uruguaio, que ficou mais centralizado após a saída de Ibrahimovic.

Unai Emery, por sua vez, se esquivou do assunto Neymar e manteve o foco na montagem do time para a partida diante da Juventus e para a Supercopa da França, no sábado, às 16h (de Brasília), contra o Monaco.

Neymar - Juventus x Barcelona
Neymar na mira do PSG (ELSA / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP)

- Como sei que muitas perguntas vão nessa direção (a respeito de Neymar), o que posso dizer é que o clube está trabalhando muito bem e vai seguir trabalhando muito bem para que todos possamos estar motivados - disse o treinador:

- Nossa obrigação é falar do presente e nossa competição. Teremos um jogo de preparação. Teremos nossa primeira final. Há momentos para falar do elenco. E outros momentos de preparar do elenco. Na semana passada falamos da ideia do clube, o que teremos. Agora, nossa intenção, é falar sobre o próximo jogo. Os que estão aqui são os que estão preparados. O clube está trabalhando muito bem e vai seguir assim.

A negociação entre PSG, Neymar e Barcelona segue a todo vapor. Os catalães não querem liberar o jogador e só aceitam o pagamento da multa rescisória, no valor de 222 milhões de euros (R$ 810 milhões). No clube francês, o brasileiro receberia cerca de 30 milhões de euros (R$ 110 milhões) livres de impostos em salários.