Diego Simeone - Atlético de Madrid x Juventus

Simeone disse que não teve a intenção de "desmerecer o adversário" e que fez "de coração" (Foto: Reprodução)

LANCE!
07/03/2019
11:34
Madri (ESP)

Atlético de Madrid e o Comitê de Controle e Disciplina da Uefa chegaram a um acordo em relação a punição ao treinador Diego Simeone, por conta de um gesto obsceno na partida de ida da Liga dos Campeões, contra a Juventus. O argentino não vai receber nenhum jogo de punição, mas vai ter que pagar 20 mil euros (R$ 87 mil).

Evitou o pior
Os Colchoneros conseguiram chegar um acordo com a Uefa. O clube espanhol temia que o treinador tivesse que assistir a partida de volta, contra a Juventus, na arquibancada, não podendo, assim, comandar a equipe, na importante partida, à beira do gramado.

Diego Simeone - Atlético de Madrid x Juventus
Simeone durante a partida contra a Juventus (Foto: AFP)

A comemoração
No jogo de ida, o Atleti venceu, por 2 a 0, a Juventus. O treinador, ao comemorar o segundo gol da equipe, virou para a torcida colchonera e comemorou segurando as partes íntimas (relembre no vídeo abaixo), em um gesto que teve como intuito demonstrar que a equipe tinha colhão.

A explicação de Simeone
- Não estava desmerecendo o adversário, fiz para nossos torcedores. Não é um gesto bonito, eu admito, mas eu senti a necessidade de fazer. Foi um jogo muito difícil. Nós lutamos muito e Diego Costa trabalhou muito forte quando não estava 100% em forma. Para botar Diego Costa e Koke depois de tanto tempo, você precisa ter colhão. Eu tinha que mostrar o que estava sentido. Peço desculpa para quem se ofendeu, mas eu fiz de coração - disse na época