Sergio Ramos - Barcelona x Real Madrid

Sergio Ramos se envolveu em polêmica (Foto: PAU BARRENA / AFP)

LANCE!
23/11/2018
17:28
Madri (ESP) 

Em mais uma denúncia na série conhecida como "Football Leaks" o jornal alemão "Der Spiegel" informou que o zagueiro Sergio Ramos foi pego no exame antidoping em algumas oportunidades durante o ano passado, incluindo na final da Champions League, entre Real Madrid e Juventus. O mais incrível, ainda de acordo com a publicação, é que a UEFA acobertou o caso. 

O jornal está há alguns meses publicando documentos que colocam em xeque a integridade da UEFA. A publicação informa que o jogador do Real Madrid ingeriu dexametasona, um composto à base de cortisona com efeito anti-inflamatório e analgésico que aparece na lista de substâncias proibidas da Agência Mundial Antidoping (Wada). Ela ainda melhora a concentração. 

De acordo com o jornal, a substância pode ser utilizada desde que seja prescrita pelo médico do clube e enviada à entidade horas antes da partida., o que não aconteceu. Nesta situação, o atleta pode ser punido por doping. Além disso, houve ainda o positivo para betametasona, outra substância proibida pela Wada. 

Dias após, o médico do Real Madrid chamou para si a responsabilidade e isentou Ramos de qualquer responsabilidade. Ele afirmou que Sergio sofre "patologias crônicas" no joelho e no ombro e por isso aplicou duas injeções de dexametasona no dia anterior à final.

O doutor afirmou ainda que o erro no nome da substância relatada no exame teria sido um resultado da "euforia" que sentiu por conta do título e pelas "circunstâncias específicas as quais o controle de doping provoca".

Histórico

Esta não é a primeira vez que Sergio Ramos se envolve em polêmicas do caso. Em abril, ele pediu para tomar um banho antes de fazer o exame após uma partida do Espanhol. Ele teve o pedido negado e ignorou a decisão.