Cayo Pereira*
22/12/2018
16:21
Rio de Janeiro (RJ)

Sete vezes Real Madrid! Com uma atuação tranquila e serena, os merengues derrotaram o Al Ain (EAU), sensação da competição, por 4 a 1, e conquistam o título do Mundial de Clubes pela sétima vez em toda sua rica histórica, sendo a terceira consecutiva. Modric, Llorente, Sergio Ramos e Yahia Nader (contra) marcaram os gols do Real, enquanto Shiotani descontou para o Al Ain.

Real Madrid - Campeão Mundial
Jogadores do Real Madrid comemoram a conquista (Foto: AFP)

CHANCE DE OURO
O Al Ain teve primeira e a melhor chance de surpreender os atuais campeões naa decisão em Abu Dhabi. El Shahat aproveitour recuou equivocado de Marcleo, roubou a bola, fez bela jogada infiltrando da ponta direta para o meio, driblou a defesa, deixou Courtois no chão e finalizou para o gol, mas Sergio Ramos apareceu em cima da linha e salvou os merengues.

MELHOR DO MUNDO APARECE
No lance seguinte ao gol perdido pelo time árabe, o Real Madrid contou com o talento do melhor jogador do mundo. Em sua jogada característica, Luka Modric recebeu na entrada da área, ajeitou o corpo e soltou um belo chute colocado de perna esquerda, no canto do goleiro, para abrir o placar da decisão.


BRASILEIRO MARCA MAS ARBITRAGEM ANULA

Assim como o Real Madrid respondeu com imediatismo, o Al Ain também não deixou por baixo. Em cobrança de falta rápida, Caio Lucas recebeu em profundidade sem marcação e empatou para os árabes. Mas a arbitragem, corretamente, anulou o empate dos donos da casa.

KHALID EISA MOSTRA SERVIÇO
Mesmo em vantagem no marcador, o Real Madrid continuou com o pé no acelerador e levou perigo em praticamente todas as descidas ao campo de ataque Khalid Eisa interviu de forma brilhante em cabeçada de Bale com uma linda ponte. No lance seguinte, Modric completou de voleio uma cobrança de escanteio de Toni Kroos e o goleiro do Al Ain foi preciso para evitar o segundo.

REAL FATAL
Já na segunda metade da decisão, o Real Madrid voltou com mais fome de bola e com vontade de marcar o segundo para dar tranquilidade na partida. Bale, de bicicleta, quase reviveu o antológico gol da final da Liga dos Campeões. Mas foi Llorente, em rebatida da zaga após escanteio, que pegou de primeira e acertou o canto do goleiro Eisa para fazer o segundo dos merengues.

RAMOS FAZ O TERCEIRO
Com a partida controlada e sem sofrer qualquer ameaça, o Real Madrid caminhou tranquilo. Atacando com espaço e se defendendo com muita calma, os merengues ainda conseguiram buscar o terceiro gol. Em cobrança de escanteio, Sergio Ramos subiu sozinho e testou para as redes.

GOL DE HONRA
Com o resultado já definido, o Al Ain ainda teve tempo de conseguir marcar o tão buscado gol que tentou durante toda partida. Em cobrança de falta do brasileiro Caio Lucas pela ponta direita, Shiotani cabeceou e encobriu Courtois.

ELE É UM BOM MENINO E CAMPEÃO!
Vinicius Jr entrou nos minutos finais com vontade e buscou mostrar serviço para o treinador Santiago Solari. Nos acréscimos, o brasileiro entrou em velocidade pela ponta esquerda de ataque e tentou finalizar. Mas no meio do caminho, Yahia Nader ao tentar cortar jogou para as redes, no lance que passou a régua no placar da decisão.


FICHA TÉCNICA
REAL MADRID 4 X 1 AL AIN

Local: Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos (EAU)
Data-Hora: 22/12/2018 - 14h30 (horário brasileiro de verão)
Árbitro: Jair Marrufo (EUA)
Auxiliares: Frank Anderson (EUA) e Corey Rockwell (EUA)
Quarto árbitro: Wilton Pereira Sampaio (BRA)
Árbitro de vídeo: Danny Makkelie (HOL)
Gols: Modric (1-0) 14'/1T; Llorente (2-0) 15'/2T; Ramos (3-0) 34'/2T; Shiotani (3-1) 41'/2T; Nader (C) (4-1) 46'/2T

REAL MADRID: Courtois; Carvajal, Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Llorente (Casemiro), Kroos (Ceballos) e Modric; Lucas Vázquez (Vinicius Jr), Benzema e Bale. Técnico: Santiago Solari

AL AIN: Khalid Eisa; Mohamed Ahmad (Bandar Mohammed), Ismail Ahmed, Fayaz e Shiotani; Rayan Yaslem, Doumbia, Elshahat e Caio Lucas; Abdulrahman (Amer Abdulrahman) e Berg (Yahia Nader). Técnico: Mamic Zoran