Leonardo Jardim - Borussia Dortmund x Monaco

Leonardo Jardim foi campeão francês com o Monaco em 2016/17 (Foto: Sascha Schuermann / AFP)

LANCE!
11/10/2018
14:10
Mônaco (FRA)

O péssimo início de temporada do Monaco fez a sua primeira vítima. O técnico Leonardo Jardim foi demitido nesta quinta-feira pela diretoria do clube do Principado. O favorito para o lugar do português é o de Thierry Henry, ex-jogador da equipe.

- Estou agradecido e orgulhoso por ter treinado o Monaco durante mais de quatro anos. Sempre dei o meu melhor e trabalhei com paixão. Conseguimos grandes vitórias juntos e sempre guardarei essas lembranças dentro de mim - declarou Jardim, em sua despedida.

O treinador assumiu o cargo em 2014 e fez bem o seu papel, adotando um projeto de mesclar jovens jogadores com nomes mais experientes. Em 2016/17, faturou o Campeonato Francês, quebrando a hegemonia do PSG e revelando para o futebol o atacante Kylian Mbappé.

Contudo, o bom trabalho de outras temporadas não resistiu ao atual momento do Monaco. Em 12 jogos até agora, a equipe venceu só uma - a primeira -, com três empates e oito derrotas. No Campeonato Francês, está na zona do rebaixamento, com apenas seis pontos conquistados. Na Champions, perdeu as duas partidas.

- Quero cumprimentar com o mais profundo respeito Leonardo por todo o trabalho realizado. Leonardo se estabeleceu no banco do Monaco como uma referência na Europa e deixa um balanço muito positivo. Sua passagem permanecerá como uma das mais belas páginas da história do clube. Leonardo sempre fará parte da família Monaco - afirmou o diretor geral do clube monegasco, Vadim Vasilyev.

Henry - Bélgica
Henry foi auxiliar na Bélgica (Foto: AFP/ODD ANDERSEN)

Para o lugar de Jardim, o Monaco corre atrás de Thierry Henry, que está à procura de um clube para iniciar sua carreira como treinador. Na última temporada, foi auxiliar de Roberto Martínez na seleção da Bélgica, que terminou em terceiro na Copa do Mundo da Rússia.

Henry foi revelado pelo Monaco na temporada 1994/95 e ficou no clube até 1997/98, quando foi para a Juventus. No entanto, foi no Arsenal que ele mais se destacou entre 1999/00 e 2006/07. Passou ainda pelo Barcelona e New York Red Bulls.