Müller - Bayern de Munique x Besiktas

Atacante do Bayern se mostrou irritado com o modo que a situação foi conduzida (Foto: Thomas Kienzle/AFP)

LANCE!
07/03/2019
14:03
Munique (ALE)

Torcedores e imprensa foram pegos de surpresa no início da semana com a notícia que Thomas Muller, Boateng e Hummels não seriam mais convocados para a seleção alemã. Aos 29 anos, o atacante do Bayern de Munique se mostrou incomodado com a situação e com o jeito que o caso foi conduzido, e postou, através do Twitter, uma mensagem que insatisfação.

- É claro que fiquei surpreso com a decisão do técnico. O técnico da seleção precisa tomar decisões esportivas, não questiono isso. Mas, quanto mais penso nisso, mais fico irritado pelo modo como isso aconteceu. Não entendo a razão de ser uma decisão definitiva. Mats, Jerome e eu ainda somos capazes de jogar futebol no mais alto nível pela seleção - disse Muller.

Com longa carreira percorrida até aqui, o atacante da equipe bávara já somou 100 jogos com camisa da Alemanha, tendo marcado 38 gols, sendo 10 em Copas do Mundo. Os zagueiros, também do Bayern de Munique, Boateng e Hummels, já defenderam a seleção em 74 e 70 partidas, respectivamente. Com 30 anos, ambos fizeram parte da conquista do Tetra em 2014.

- Tivemos uma longa e, na maior parte do tempo, carreira de sucesso com a seleção e acho que não foi uma maneira elegante publicar o comunicado pré-fabricado da DFB pouco depois de sabermos sobre a decisão do treinador. Acho que isso não tem nada a ver com valorização. Eu sempre tive orgulho de vestir essa camisa, dei tudo de mim e quero agradecer pelo seu apoio. - falou o atacante.