Luiz Phellype

(Foto: Divulgação/OFI Crete)

LANCE!
27/01/2022
18:26
Creta (GRE)

A passagem de Luiz Phellype pelo futebol de Angola em 2016 tem muito a ver com este novo momento na  sua carreira. Nesta quinta-feira, o atacante brasileiro trocou o Santa Clara, de Portugal, pelo OFI Crete, da Grécia, a pedido do auxiliar-técnico português Pedro Caravela, com quem trabalhou no Libolo há seis anos. O jogador já foi apresentado e pode até estrear na próxima semana.

> Justiça francesa bloqueia R$ 1,4 milhão de Benzema no caso de chantagem a Valbuena

- Recebi uma ligação do Pedro, com quem já tinha trabalhado, e ele me falou que se trata de um clube organizado, que tem um bom time, mas que faltava alguém com as minhas características. Aceitei o projeto, é um novo mercado pra mim e será bom para a minha carreira. Sou pouco conhecido aqui, mas quero deixar minha passagem gravada na Grécia. Espero só jogar, ganhar partidas e fazer gols. É o que o clube precisa e será importante pra mim - disse.

Luiz Phellype é jogador do Sporting, que apenas repassou o empréstimo ao clube grego, válido até julho deste ano. No momento, o OFI (Omilos Filathlon Irakleiou) Crete, que é da cidade de Heraclião, da Ilha de Creta, está na sétima colocação do Campeonato Grego, com 26 pontos, a apenas uma posição da zona de classificação para as competições europeias.

Será o quarto país diferente em que Luiz Phellype defenderá um clube. Deixou o Brasil ainda aos 18 anos, formado pelo Deportivo Brasil, para defender a equipe Sub-19 do Stardard Liège, da Bélgica. Logo subiu para o time B dos profissionais e teve um início promissor, marcando 21 gols. Até fraturar o braço e ficar um tempo parado. Recuperado, passou por vários clubes do futebol português – com o empréstimo ao Libolo – até ser contratado pelo Sporting em 2019.

O OFI Crete joga neste sábado, dia 29, contra o Lamia, fora de casa, mas a tendência é que Luiz Phellype só seja relacionado para a partida de quarta-feira, dia 02, em casa, no Estádio Theodoros Vardinogiannis, contra o Panathinaikos.