Chelsea x Liverpool

Reds seguem invictos (Foto: AFP)

Cayo Pereira 
22/09/2019
14:28
Liverpool (ING)

Segue o líder! Fora de casa, o Liverpool manteve a sequência positiva na Premier League e engatou a sexta vitória em seis jogos até agora. Dessa vez, os Reds venceram o clássico contra o Chelsea, no Stamford Bridge, por 2 a 1, gols de Alexander-Arnold e Firmino. Kanté descontou.

Com a vitória, o Liverpool segue na ponta da tabela, com 18 pontos ganhos, permaneceu com cinco pontos de vantagem para o Manchester City, vice-líder.

SEM TEMPO, IRMÃO!
Mesmo fora de casa, foi o Liverpool quem abriu o placar de partida. Logo aos 14 minutos de jogo, em falta frontal ao gol defendido por Kepa. Salah rolou para Alexander-Arnold soltar um petardo, no ângulo do goleiro, para estufar as redes e colocar os Reds em vantagem.

GOL, SÓ QUE NÃO!
Atrás no placar, o Chelsea acordou e foi para cima do Liverpool, ficando próximo do empate, quando Abraham saiu cara a cara com Adrian, mas parou no goleiro dos Reds. No minuto seguinte, aos 24, Azpilicueta aproveitou falha da zaga do Liverpool para marcar para o Chelsea e deixar tudo igual. No entanto, na checagem do VAR, o gol foi anulado por impedimento de Mount na origem da jogada.

DUCHA DE ÁGUA FRIA
Se o Chelsea tinha toda empolgação por ter empatado a partida anulada pelo VAR, o que parecia ruim ficou pior. Aos 30 minutos, em cobrança de falta lateral, Alexander-Arnold cruzou para área e achou Roberto Firmino, sozinho, para testar para o gol e dobrar a vantagem no placar.

DESCONTOU
Na volta para o segundo tempo, o jogo esteve equilibrado, com o Liverpool esperando uma oportunidade para matar a partida. Mas foi o Chelsea quem marcou e colocou fogo no jogo. N'golo Kanté, em jogada individual, finalizou da entrada da área, no ângulo, sem chances para Adrian, e diminuiu para os Blues aos 26 minutos.

NADA FEITO
Do gol de Kanté até o final da partida, o Chelsea se mandou para o ataque e choveu cruzamentos na área do Liverpool, mas quem tem Matip e Van Dijk na linha defensiva não se preocupa com isso. Os Blues tentaram, e os Reds anularam qualquer chance de empate até o apito final.