Dalbert

Dalbert foi revelado pelo Barra Mansa e está na Internazionale (Foto: Reprodução)

LANCE!
01/10/2018
11:35
Milão (ITA)

O lateral esquerdo Dalbert, atualmente na Internazionale, se manifestou sobre a reportagem feita pelo 'Esporte Espetacular', sobre o caso de desvio de dinheiro feito com parte do valor de sua transferência para o clube italiano, efetuado pelo presidente e outros dirigentes do Barra Mansa, clube em que foi revelado.

- É lamentável. O Barra Mansa foi o primeiro clube profissional do Brasil e hoje é notícia por fatos ruins. É pão com mortadela como refeição, manipulação de resultados e desvio de dinheiro. Quando o clube tem a chance de respirar um pouco, financeiramente, podendo investir nas categorias de base, indivíduos como estes, que pensam somente no próprio umbigo, sufocam ainda mais a instituição. Provada a culpa, espero que cumpram a pena bem longe do futebol e da sociedade e que o dinheiro retorne ao cofres do Barra Mansa - disse Dalbert

O Barra Mansa recebeu cerca de R$ 1,2 milhão pela transferência. A Fifa estipula um valor de 5% da transferência para o clube formador do atleta. Além de lamentar o ocorrido, Dalbert pediu mais atenção às entidades do futebol, tanto na fiscalização de documentos e certidões, quanto nas transferências.

- O Barra Mansa me abriu as portas, mas não diria que o clube que leva o nome da cidade que nasci, pela incompetência dos dirigentes atuais e anteriores, é merecedor de receber qualquer ajuda financeira. Torço para que a FIFA, talvez até por uma fiscalização da CBF, reveja seus critérios em relação a isso, para evitar que surjam mais dirigentes corruptos e para tornar os clubes, de fato, formadores de novos talentos - finalizou Dalbert