Lionel Messi, após eliminação do Barcelona contra o Bayern de Munique na Champions League (AFP)

Lionel Messi, após eliminação do Barcelona contra o Bayern de Munique na Champions League (AFP)

Fabio Chiorino e Rodrigo Borges 
17/08/2020
08:23
São Paulo (SP)

Uma profunda mudança está em curso no Barcelona. O presidente do clube, Josep Maria Bartomeu, anunciou a tão esperada demissão do técnico Quique Setién, que se despede após o 8 a 2 sofrido contra o Bayern de Munique, a maior humilhação da história do clube na história da Liga dos Campeões.

Os jornais locais também indicam que a diretoria pretende fazer uma limpa no elenco, após uma temporada sem títulos. Mas no meio disso tudo está a indefinição sobre o futuro de Lionel Messi, o símbolo máximo do clube. De acordo com o jornalista Marcelo Bechler, do Esporte Interativo, Messi já comunicou à diretoria que deseja sair, fato negado, ao menos por enquanto, pela diretoria. O argentino, que tem multa rescisória de 700 milhões de euros, seria alvo da Internazionale, e os rumores aumentaram depois que o camisa 10 comprou uma cobertura em frente à sede do clube.

A insatisfação do jogador com o Barcelona se tornou visível nos últimos meses, quando criticou abertamente a atuação de dirigentes e o peso que recebia nos fracassos do time em campo. Aos 33 anos, Messi já entrou na reta final da carreira e sabe que o Barça não tem hoje as melhores condições financeiras para montar uma equipe novamente capaz de conquistar a Europa.

Ainda é difícil imaginá-lo em outro time, mas nunca existiram tantos fatores apontando nessa direção. Algo que só parecia possível acontecer no videogame, mas que pode quebrar a banca do mercado de transferências.

O LANCE! Espresso é uma newsletter gratuita que chega de manhã ao seu e-mail, de segunda a sexta. Leitura rápida, que vai colocar você por dentro das principais notícias do esporte. A marca registrada do jornalismo do LANCE!, com análises de Fabio Chiorino e Rodrigo Borges. Clique aqui e inscreva-se.