Barcelona x Juventus - Messi e Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo é sonho de presidente do Barcelona (Foto: JOSEP LAGO / AFP)

LANCE!
21/06/2021
13:06
Barcelona (ESP)

Joan Laporta, presidente do Barcelona, tem o sonho de juntar Lionel Messi e Cristiano Ronaldo na Catalunha, segundo o blog de Javier Matallanas, do jornal "As". No entanto, a ideia não passa de uma utopia até o momento e não há nenhuma negociação em andamento.

A prioridade da equipe culé é renovar o contrato do craque argentino, embora a situação esteja bem encaminhada. Restam detalhes sobre a forma de pagamento, mas Jorge Messi, pai do jogador, já está na Catalunha e o camisa 10 tem o desejo de seguir vestindo as cores blaugranas.

> Veja a tabela da Eurocopa

No entanto, o mandatário recém-eleito busca montar um elenco competitivo e trazer Cristiano Ronaldo é o maior sonho de Laporta. Internamente, o presidente começou a desenhar a operação que poderia juntar os dois principais nomes da última década do futebol.

Ainda não há nenhum contato oficial do Barça com Jorge Mendes, empresário do camisa 7. Entretanto, as informações indicam que os catalães estariam interessados em envolver até dois jogadores no negócio, sendo Griezmann, Sergio Roberto e Coutinho entre as opções.

A questão do salário de Cristiano Ronaldo não estaria completamente definida, embora uma parcela seria dos dois atletas que deixariam o Barcelona com destino à Itália. Além disso, há estudos que dizem que as receitas dos culés poderiam se multiplicar com a junção de Cristiano Ronaldo com Messi.

No entanto, a missão de Laporta não parece simples, uma vez que o Barça enfrenta diversos problemas econômicos. Além disso, o clube acertou as chegadas de Sergio Aguero e Memphis Depay para o setor ofensivo e deve ter que se desfazer de algumas peças.

Já pelo lado de Cristiano Ronaldo, a imprensa internacional dá conta de que o craque realmente quer deixar a Juventus. Recentemente, durante uma entrevista coletiva na Eurocopa, CR7 falou sobre uma possível transferência para o Manchester United, seu ex-clube, e para o Paris Saint-Germain, outro possível destino.