Espanha x Inglaterra

Jogadores comemoram o primeiro gol da Inglaterra, marcado por Sterling (Foto: AFP)

LANCE!
15/10/2018
17:42
Sevilha (ESP)

A Inglaterra mostrou bom futebol no primeiro tempo e venceu a Espanha, em Sevilha, por 3 a 2. Os britânicos contaram com a inspiração de seus atacantes para sair com o triunfo, que mantém a seleção com chances de classificação na Liga das Nações. Sterling (2) e Rashford marcaram para os gols ingleses, com Alcácer e Sergio Ramos descontando.

Apesar da derrota, a Espanha segue em primeiro, com seis pontos no Grupo 4 da Primeira Divisão da competição. A Inglaterra soma quatro, com a Croácia com apenas um. No entanto, todas as seleções têm chances de avançar.

A derrota para a Inglaterra fez a Espanha perder grande invencibilidade. A Fúria não era batida em casa desde 2003. Por outro lado, com dois gols, Sterling quebrou jejum de 27 partidas sem marcar pela seleção britânica.

A Espanha começou melhor e assustou a Inglaterra nos primeiros minutos. A começar pelo chute de Thiago, que passou perto do gol de Pickford. Em seguida, o goleiro do Everton fez milagre em finalização de Marcos Alonso, que estava dentro da pequena área.

Aos poucos, a Inglaterra foi se acertando defensivamente e passou a marcar mais à frente, já no campo espanhol. Sterling e Rashford movimentavam-se muito no ataque, dando opção para os homens do meio e também para Harry Kane, que não ficava estático entre os zagueiros.

Aos 15 minutos, a Inglaterra abriu o placar. Em saída rápida, Pickford acionou Kane, que deixou para Rashford. O jovem atacante do Manchester United enfiou bola precisa para Sterling bater no alto, sem chances para De Gea.

O gol de Sterling fez a Espanha sentir. Os anfitriões passaram a ter cada vez mais dificuldade de entrar na defesa da Inglaterra. Asensio e Aspas não funcionavam pelos lados, com Rodrigo sendo pouco acionado. Os britânicos, bem fechados, apostavam nos contragolpes, que foram fatais. Aos 28, Kane deu lindo toque para Rashford, que bateu na saída de De Gea.

Espanha x Inglaterra
Sterling marcou duas vezes contra a Espanha (Foto: AFP)

Definitivamente, a Espanha não se encontrava e aguardava ansiosamente para o apito final da primeira etapa. Mas havia tempo para a Inglaterra aproveitar mais um espaço na defesa da Fúria para fazer o terceiro. Em lindo lançamento, Barkley achou Kane sozinho. De primeira, o atacante do Tottenham rolou para Sterling anotar o seu segundo na partida.

A conversa no vestiário fez a Espanha voltar completamente diferente para o segundo tempo, fechando os espaços e adiantando a marcação, não deixando que os mortais contragolpes da Inglaterra saíssem. Asensio quase descontou em chute que pegou na rede pelo lado de fora.

Aos dez minutos, Luis Enrique mandou a campo Alcácer e Ceballos, nas vagas de Saúl e Aspas. E a estrela do atacante do Borussia Dortmund brilhou em seu primeiro toque na bola. Em cobrança de escanteio, ele desviou de cabeça e matou Pickford, que nada pôde fazer.

O goleiro quase vira vilão aos 17, quando perdeu a bola para Rodrigo, mas conseguiu se recuperar e evitou o gol do atacante espanhol. Os jogadores da Fúria pediram pênalti, mas o árbitro mandou o jogo seguir.

Os ingleses sentiram a pressão e recuaram, vendo a Espanha dominar completamente as ações. A seleção do técnico Gareth Southgate não conseguia sair de seu campo, e o adversário passou a perder algumas boas chances. Nos acréscimos, Sergio Ramos aproveitou cruzamento para fazer o segundo, mas era tarde demais para buscar o empate.