Bayer Leverkusen x Wolfsburg

Apesar do bom momento do Leverkusen, Wolfsburg goleou rival por 4 a 1 fora de casa (Foto: MARIUS BECKER / AFP)

LANCE!
28/05/2020
13:30
Munique (ALE)

O mundo do futebol está diferente de como conhecíamos antes da pandemia do coronavírus. Apesar do retorno de diversas ligas na Europa de maneira gradual, os estádios estão vazios e os times jogam em ambientes que lembram treinos ou amistosos. Com isso, uma mudança observada em alguns torneios é a de que o time que joga em casa, em seus domínios, não está conseguindo ter um benefício esportivo, em termos de resultado.

No Campeonato Alemão, por exemplo, foram realizadas três rodadas e um total de 27 partidas. Apenas cinco clubes que jogaram em casa, venceram, sendo Bayern de Munique e Borussia Dortmund, líder e vice-líder, nesta conta. Ao todo foram 10 empates e 12 derrotas, o que mostra que jogar em casa não está fazendo diferença. Os terrenos das batalhas estão sendo neutros.

E não é só na Alemanha que essa nova definição de que jogar em casa parece não fazer diferença pode ser observada. No campeonato da Estônia, foram realizados 10 partidas e sete visitantes já venceram contra apenas um resultado positivo de uma equipe mandante. No retorno da Copa da Polônia, outros dois jogos foram realizados e ambos com vitórias de quem atuou fora de seus domínios.

O padrão se repete em outros países, como na Hungria, pois em quatro jogos de Copa no país, foram quatro empates. Já no campeonato nacional, dois jogos, uma vitória e uma derrota para o clube mandante. Na República Tcheca foram feitas nove partidas da competição nacional com três resultados positivos, três empates e três reveses para os times que atuaram em casa.

Na Coreia do Sul, os mandantes ainda estão conseguindo fazer melhores resultados em suas casas e em 18 partidas da K-League, nove mandantes venceram e perderam em apenas quatro ocasiões no início do torneio.

O espaço amostral ainda é pequeno, mas este é um ponto importante para ser observado ao longo das outras ligas e competições que forem voltar. Jogar em casa sem público pode ser fator decisivo principalmente em jogos de mata-mata, como na Liga dos Campeões ou Liga Europa e determinar o futuro de diversos clubes na tabela de classificação de seus campeonatos.