Montagem - Liverpool e City

Salah e Klopp buscam o primeiro título inglês, já Aguero e Pep Guardiola querem o tri inédito (Arte L!)

Cayo Pereira, Igor Galletti e Leonardo Damico
09/08/2019
07:00
Liverpool (ING)

A Premier League retorna aos holofotes nesta sexta-feira. O campeonato mais valioso do mundo vai para mais uma edição com os gigantes em destaque, e com duas times com amplo favoritismo em busca do tão sonhado troféu de campeão.

De um lado, o Manchester City busca o tricampeonato consecutivo, coisa que só o rival Manchester United conseguiu na década passada. Para isso, precisará repetir as campanhas das últimas duas temporadas, onde ao final das 38 rodadas foi coroado o vencedor. Na contramão, o Liverpool quer acabar com o jejum de títulos da liga nacional, que não acontece desde 1989/1990. Os Reds contam com a empolgação de ter conquistado a Liga dos Campeões para finalmente colocar o tabu por terra. 

brighton x Manchester city
City é o atual bicampeão inglês (Foto: GLYN KIRK / AFP)

MANCHESTER CITY
Em time que está ganhando, não se mexe?
​Campeão dos cinco últimos torneios nacionais (Premier League, FA Cup, duas Supercopas da Inglaterra e Copa da Liga Inglesa), o Manchester City chega para esta temporada como o time a ser batido. Mas qual será a motivação para continuar com a mesma vontade após tantos títulos?

Com 198 pontos conquistados em 228 disputados em duas temporadas, o City aparece sendo dominante e como amplo favorito para conquistar a Premier League pelo terceiro ano consecutivo, algo que só rival Manchester United conseguiu na história entre 2006 e 2009.

- Acho que vão continuar com o mesmo ímpeto, com a mesma competitividade, com a mesma fome característica do time, do Guardiola. Vejo o Liverpool como o time que pode tentar manter a regularidade da temporada, mas é muito difícil que dois times tenham um aproveitamento tão alto como foi na temporada passada. O City conseguiu duas temporadas seguidas com um aproveitamento espetacular e não vejo motivos para acreditar que esse desempenho vai cair. O Liverpool, teoricamente, é o maior candidato a adversário, acho que o Tottenham tem qualidade para brigar mas dificilmente vai ter regularidade para manter - disse o jornalista Rafael Oliveira, da ESPN.

O mercado de transferências
Conhecido anteriormente como um dos times que mais gastavam na janela de transferências, o City teve um período de transferências, até certo ponto, discreto. O meio-campista espanhol Rodri foi a única contratação impactante dos Citizens nesta janela, por 80 milhões de euros (R$355 milhões), ao lado de João Cancelo, que chegou em uma troca por Danilo com a Juventus, quando Pep deu a entender que a manutenção da base da equipe bicampeã era o fator mais importante para esta temporada. 

João Cancelo
João Cancelo com as cores do City (Foto: Divulgação)

De acordo com Rafael Oliveira, no entanto, um dos principais motivos de um mercado mais discreto foi justamente a sequência adquirida após o período de montagem de elenco dos últimos anos.

- Não acredito que é baseado na máxima do 'em time que está ganhando não se mexe', acho que é porque o Guardiola teve um primeiro estágio que foi uma transformação grande no elenco em que ele apostou em vários garotos sabendo que montaria uma geração para vários anos. E agora chegou a hora de desenvolver esses jogadores, como ele já vem fazendo, para aproveitar o nível que esses caras estão chegando, como por exemplo o Bernardo Silva, que foi o cara da temporada passada e que tende a ser uma das referências da equipe de novo. Passa por aí o fato de não contratado muitos jogadores - analisou.

Prazo de validade?
Esta será a quarta temporada de Pep Guardiola no comando do Manchester City, coisa que não acontecia com o treinador desde o seu trabalho no Barcelona. Após a passagem pelo Bayern, de três temporadas, muito se falou que os trabalhos de Guardiola tinham um certo 'prazo de validade', onde o próprio treinador não se sentia confortável para comandar uma equipe por mais de quatro temporadas. No entanto, parece que o tal prazo não é um fator no City, já que o técnico espanhol renovou seu vínculo com o clube até 2021.

- O próprio Guardiola percebeu que no City era um pouco diferente. Ele tinha uma transformação não só de elenco, mas também cultural. Chegou ao país que enxerga o futebol de uma maneira diferente da dele, e aí levou um pouco mais de tempo para conseguir implantar essa filosofia. Nisso veio a transformação do elenco e agora ele vai colhendo os frutos, rendendo em um nível onde o time já absorveu todas essas ideias. Difícil falar em prazo de validade, acredito que essa temporada ainda tende a ser bem forte para ele, e o próprio fato de ter estendido o vínculo com o City acho que mostra um pouco isso, o desafio da Inglaterra e do Manchester City, que seja um pouco mais desafiador e motivante para ele ficar um pouco mais - finalizou Rafael Oliveira.

Liverpool x Wolverhampton
Liverpool quer o título inédito da Premier League (Foto: Rep/Twitter)

LIVERPOOL
Disputa acirrada na última edição
Na última edição da Premier League, Liverpool e Manchester City travaram uma briga ponto a ponto até a última rodada, quando o time de Pep Guardiola se sagrou campeão, com 98 pontos, um a mais que a equipe de Jurgen Klopp. Em entrevista exclusiva ao LANCE!, o brasileiro Roberto Firmino, um dos principais jogadores dos Reds, admitiu que a perda do campeonato na temporada deixou uma sensação de frustração.

- Fica aquele gosto amargo, claro, por termos chegado tão perto. E só perdemos um jogo, o que comprova a grande campanha que fizemos. Mas o City teve seus méritos, também fez uma grande temporada e levou por um ponto. Foi no detalhe, faz parte. Pelo menos, terminamos com o título da Champions League, que não deixamos escapar dessa vez - revelou Firmino. Para João Castelo-Branco, correspondente da 'ESPN' na Inglaterra, o duelo entre as duas equipes vai polarizar novamente o campeonato.

- O Liverpool é, junto com o Manchester City, o grande favorito para brigar pelo título novamente. É um time muito sólido, não precisava de reforços e por isso não fez nenhuma grande contratação. Também terá a volta do Oxlade-Chamberlain, que ficou quase toda temporada passada lesionado. Acho, inclusive, que os Reds são mais favoritos ao título do que o City, porquê o time de Guardiola já vem de dois títulos e um tri é muito difícil - opinou o jornalista.

Em busca do 1º título da nova era
O Liverpool é o segundo clube com mais títulos de Campeonato Inglês, com 18 canecos, dois a menos que o Manchester United. No entanto, desde a temporada 1992/1993, quando o torneio passou a se chamar Premier League, o clube ainda não conquistou o título. O mais perto que chegou foram os vice-campeonatos das temporadas 2001/02, 08/09, 13/14 e 18/19. Firmino acredita que a equipe vem forte para encerrar esse jejum.

- Temos um elenco dos mais qualificados do mundo, que praticamente foi mantido para a temporada. Assim, esperamos chegar ainda mais longe. Ou seja: com o título. O Liverpool é um dos clubes mais tradicionais da Inglaterra e da Europa, mas ainda não foi campeão na era Premier League. E nossa torcida merece essa conquista. Faremos de tudo para que a história seja diferente dessa vez - comentou o atacante dos Reds e da Seleção Brasileira.

Henderson - Liverpool x Tottenham
Liverpool é o atual campeão da Champions League (Foto: AFP)

Importância de Klopp e embalo da Champions
As boas temporadas recentes do Liverpool tem diversos fatores envolvidos, mas um dos principais está do lado de fora do campo: Jurgen Klopp. Desde que o alemão desembarcou, em 2015, depois de boa passagem pelo Borussia Dortmund, o time inglês começou a brigar na linha de frente na maioria dos campeonatos. Em sua primeira temporada no comando do Liverpool, levou o clube a final da Liga Europa, sendo derrotado na final pelo Sevilla.

Naquele mesmo ano, também chegou a final da Copa da Liga Inglesa. Na temporada 2017/18, foi à decisão da Champions League, mas perdeu para o Real Madrid e na última Premier League, foi vice-campeão. A coroação do ótimo trabalho veio no último dia 1 de junho, quando o clube levantou a taça de campeão da Liga dos Campeões da Europa. O atacante fez questão de ressaltar ao L! o papel determinante de Klopp no sucesso recente do time.

- Como já falei algumas vezes, acho o Klopp um dos maiores técnicos da atualidade, um dos melhores com quem já trabalhei. Cresci muito com ele, passei a fazer outras funções ofensivas em campo. Já nos conhecíamos dos tempos em que nos enfrentamos no futebol alemão. A grande fase do Liverpool está diretamente ligada a ele, que mudou a forma de jogar da equipe - exaltou Firmino. Castelo-Branco disse o título dá moral ao time para começar bem a Premier League.

- O título dá Champions League elevou o clube a nível mundial, ganhou uma moral enorme e se estabeleceu de vez como um dos gigantes do planeta. É o segundo maior vencedor do Campeonato Inglês, atrás apenas do United, e o clube britânico com mais títulos de Liga dos Campeões. A equipe cresceu em status e renda, e está em ótimas mãos com Jurgen Klopp, que contribuiu bastante nestes últimos anos para o sucesso recente do time - encerrou o especialista.

Comemoração Liverpool - Klopp
Klopp é o principal responsável pelo sucesso dos Reds (Reprodução)