Brasileiro Allan comemora ao marcar pelo Napoli contra o SPAL

Allan entrou em rota de colisão com Edoardo De Laurentiis, vice-presidente do Napoli (Foto: ETIZIANA FABI/AFP)

LANCE!
08/11/2019
08:00
Nápoles (ITA)

A direção do Napoli e o vestiário do clube estão em clima de guerra. Após a derrota da equipe para a Roma por 2 a 1, no último sábado, e a sequência de resultados ruins, o presidente Aurelio De Laurentiis ordenou que os jogadores ficassem totalmente concentrados em um hotel até o próximo domingo, quando a equipe recebe o Genoa, no San Paolo. 

Porém, depois do empate do time italiano diante do RB Salzburg, pela Liga dos Campeões, na última terça-feira, o elenco napolitano optou por encerrar a concentração. Os bastidores deste 'motim' dos atletas contra a diretoria foram revelados pelo “Gazzetta dello Sport”, nesta quinta.

Segundo a publicação, Edoardo De Laurentiis, filho do mandatário e vice-presidente do Napoli, foi ao vestiário e bateu de frente com o capitão Lorenzo Insigne. O atacante, apoiado por nomes como Dries Mertens e Jose María Callejón, comunicou a decisão dos jogadores de retornarem às suas casas. 

Neste momento, o brasileiro Allan, de acordo com o jornal italiano, foi um dos mais exaltados e precisou ser contido. O atleta, que não saiu do banco contra Salzburg, teria xingado o filho do "chefe".  “Enfie seu dinheiro...”, teria dito ex-vascaíno, sem terminar a frase.

Através de nota oficial, o Napoli afirmou que “fará tudo o que estiver ao seu alcance para proteger seus interesses econômicos, bens, direitos de imagem e interesses disciplinares”.

Carlo Ancelotti, que recebeu abraço dos jogadores após o gol de Hirving Lozano no empate contra o Salzburg, não concedeu entrevista coletiva após o jogo. Paralelamente, o clube de Nápoles anunciou silêncio à imprensa por tempo imprevisto.