Parma

Equipe comemora volta à elite (Foto: Divulgação)

LANCE!
23/07/2018
14:23
Parma (ITA)

Após decretar falência, o Parma chegou a disputar a Série D do Campeonato Italiano em 2015. Depois de galgar divisões, voltou à elite, mas terá que se desdobrar para permanecer no topo. Isso porque o Tribunal Federal Nacional da Itália decidiu que o clube entrará com cinco pontos a menos, por conta de mensagens de texto do jogador Emanuele Calaio, que foi suspenso por dois anos.

O retorno do Parma à elite do Calcio veio com vitória por 2 a 0 sobre o Spezia. Ex-jogador do clube, Calaio trocou mensagens com Claudio Terzi e Filippo de Col, da equipe adversária, dois dias antes da partida. Segundo investigação da Procuradoria Federal, foi constatada manipulação de resultado.

O julgamento acabou saindo mais brando. Isso porque o pedido inicial da Promotoria era de que o Parma fosse impedido de disputar a Primeira Divisão e Calaio fosse punido com quatro anos de suspensão. Apesar do resultado, clube e jogador vão recorrer da decisão.

Após o resultado do Tribunal Federal, o Parma emitiu um comunicado

"O Parma Calcio 1913 vê com grande amargura a sentença proferida hoje pelo Tribunal Federal Nacional. Consideramos anormal a condenação do atleta Emanuele Calaio em relação aos fatos que levaram ao processo e anormal, injusto e inconsistente com as recentes decisões da justiça desportiva, considerando extremamente pesada a pena aplicada ao nosso clube pela responsabilidade objetiva infligida em nossa sociedade.

Acreditamos que a falta de envolvimento do Parma Calcio 1913 em qualquer comportamento ilegal já é reconhecida pelo Tribunal Federal de Apelação, ao qual recorreremos em um curto espaço de tempo, na esperança de encontrar justiça."