Eder Militao

Éder Militão tem três gols com a camisa do Porto (Foto: AFP)

LANCE!
13/03/2019
21:38
Madri (ESP)

O primeiro reforço da nova era de Zinedine Zidane pelo Real Madrid já está definido. O jornal "Marca" destaca na edição desta quinta-feira que o zagueiro Éder Militão está confirmado como novo jogador merengue. Atualmente no Porto, ele chegará ao Santiago Bernabéu por 50 milhões de euros (R$ 215 milhões), valor de sua multa rescisória. O brasileiro assinará por seis temporadas.

Será a segunda maior transação do futebol português, atrás apenas da venda de Hulk pelo Porto ao Zenit, da Rússia, em 2012, por 60 milhões de euros (cerca de R$ 153 milhões na cotação da época).


Militão chegou ao Porto nesta temporada proveniente do São Paulo e logo caiu nas graças da torcida. Seu bom rendimento o fez ser eleito o melhor defensor por cinco meses consecutivos (de setembro de 2018 a janeiro de 2019) no Campeonato Português. O ganhador é escolhido em uma eleição entre os técnicos da Primeira Divisão do país.

As boas atuações logo chamaram a atenção do Real Madrid, que se interessou pelo futebol do defensor, de 21 anos. Militão chegou ao clube português atuando como zagueiro e fez dupla com o também brasileiro Felipe, mas foi deslocado para a lateral direita (posição em que se destacou no São Paulo) após o retorno do experiente Pepe aos Dragões, em janeiro.

Os dois times ainda não confirmaram a transação. Militão chegará ao Real Madrid somente para a próxima temporada. Ele é o primeiro nome da reformulação que deve ser feita no clube, que fracassou em 2018/19, sendo eliminado na semifinal da Copa do Rei pelo Barcelona e nas oitavas da Liga dos Campeões para o Ajax, após levar de 4 a 1 em pleno Santiago Bernabéu. No Espanhol, está a 12 pontos do líder Barcelona, na terceira colocação.

Por conta da goleada sofrida para o time holandês, o Real anunciou a demissão de Santiago Solari e a chegada de Zinedine Zidane, que havia deixado o clube ao fim da última temporada após a conquista o tricampeonato seguido da Champions. Além de Militão, outros jogadores devem ser contratados. Uma barca também deve zarpar da capital espanhola.

O Porto pagou 7 milhões de euros (R$ 30,6 milhões na cotação da época) para contratar Militão. Deste montante, o São Paulo ficou com 4 milhões de euros (R$ 17,3 milhões) e o restante com o estafe do jogador. Contudo, o clube brasileiro tem direito a 10% de uma possível venda.

Desta forma, o São Paulo terá direito a cerca de 7,5 milhões de euros (R$ 32 milhões). Do montante, 5 milhões de euros são referentes a 10%  que ficou com o Tricolor no momento da venda do jogador ao Porto. O clube brasileiro terá direito ainda a mais 2,5 milhões de euros por ser o formador do defensor.

Até o momento, Militão soma 35 partidas pelo Porto, com três gols anotados. Os Dragões estão classificados para as quartas de final da Liga dos Campeões e em segundo no Campeonato Português, empatado com o líder Benfica em pontos.