Montagem premier league

Os brasileiros tomam conta da Premier League (Arte: LANCE!)

Cayo Pereira*
09/08/2018
09:00
Rio de Janeiro (RJ)

Chuteiras, bola, samba e ação! A Premier League começa nesta sexta-feira sua temporada 2018/19. Manchester United e Leicester darão o pontapé inicial desta edição que conta com um recorde verde e amarelo: será a edição com o maior número de jogadores brasileiros.

São 20 jogadores nascidos em solo verde e amarelo, isso sem contar com Jorginho e Emerson Palmieri, ambos do Chelsea e ambos naturalizados italianos. O recorde anterior era da temporada 2008/09, que contou com 19 jogadores brasileiros atuando durante o campeonato.

Muito por conta da riqueza dos clubes ingleses, os melhores jogadores acabam por desembarcar na terra da rainha e não é diferente com os brasileiros que se destacam no cenário do futebol mundial. Dos 20 times que disputam a Premier League, 11 contam com pelo menos um atleta brazuca no elenco principal. O Manchester City, atual campeão, é o clube com maior número de brasileiros, com cinco jogadores.

Troféu - Premier League
O objeto de desejo máximo (Foto: Reprodução de internet)

A extensa lista consta com grandes nomes conhecidos em times importantes: Bernardo no Brighton; David Luiz, Lucas Piazón, Willian, Jorginho e Emerson Palmieri no Chelsea; Richarlison no Everton; Alisson, Fabinho e Roberto Firmino no Liverpool; Kenedy no Newcastle; Lucas Moura no Tottenham; Danilo, Douglas, Ederson, Fernandinho e Gabriel Jesus no Manchester City; Andreas Pereira e Fred no Manchester United; Gomes no Watford; Felipe Anderson no West Ham e Léo Bonatini no Wolverhampton.

Histórico verde e amarelo na Inglaterra

O pioneiro em atuar nos gramados britânicos foi o atacante Mirandinha, que vestiu a camisa do Newcastle em 1987. Já na era Premier League, Isaías, centroavante formado na Cabofriense-RJ e um dos destaques do Benfica na época, foi o primeiro a atuar no reformulado Campeonato Inglês, jogando pelo Coventry City, em 1995.

No mesmo ano, Juninho Paulista chegou ao Middlesbrough e fez história. Além de ser considerado um grande ídolo no clube, com três boas passagens com a camisa do Boro, em 2008 foi considerado como melhor brasileiro que já atuou na Premier League até então, segundo o 'The Sun'.

Porém, apenas em 2003 um brasileiro conquistou o troféu da Premier League. Edu Gaspar, atual coordenador técnico da Seleção Brasileira, venceu o campeonato com o Arsenal, na temporada 2001/02.

Edu Gaspar
Edu Gaspar (direita) campeão pelo Arsenal (Arquivo L!)

O LANCE! conversou com alguns jogadores brasileiros que estão prontos para disputar o campeonato deste ano. Eles falaram sobre a expectativas e seus objetivos para esta temporada, desde os estreantes na liga aos mais experientes.

Novatos buscam espaço

Estreante na Premier League, Felipe Anderson deixou a Lazio (ITA) e rumou ao West Ham para se tornar o jogador mais caro da história do clube, em negociação que girou em torno de 42 milhões de euros (R$ 182,5 milhões). O jogador formado no Santos, falou ao LANCE! sobre a ansiedade de atuar na liga inglesa e estar na maior vitrine do futebol mundial:

- É uma realização enorme jogar no futebol inglês, num clube da grandeza e da importância do West Ham por onde já passaram grandes jogadores. O time se reforçou e estamos trabalhando muito para mostrar todo nosso potencial quando a bola rolar. Sei que o fato de eu ser o jogador mais caro da história do clube é algo que dá mais visibilidade fora, importância, mas eu me vejo igual a todos aqui. Sei que todos estão ansiosos para me ver jogar e eu mais ainda para estar em campo. Vou fazer o máximo para corresponder, até porquê tenho muitos objetivos que o fato de estar aqui pode me ajudar a alcançar, dentre eles fazer parte dessa renovação da Seleção Brasileira - disse o jogador.

Felipe Anderson West Ham
Felipe Anderson marcou em amistoso pelo West Ham (Divulgação)

Em um time com não tanto destaque assim como os gigantes ingleses, o atacante Léo Bonatini foi o destaque do Wolverhampton na Championship, segunda divisão inglesa, na campanha do acesso para a Premier League. Nesta temporada, o brasileiro foi comprado em definitivo pelos Wolves e fará sua estreia na primeira divisão com a camisa dos Lobos:

- Jogar a Championship, para mim, foi muito bom, uma grande oportunidade. Quando cheguei na Inglaterra, não imaginava que fosse um torneio tão organizado e visado da forma que é. As expectativas para jogar a Premier League são as melhores possíveis. Estamos em um campeonato onde teremos a oportunidade de atuar contra grandes clubes, jogadores de alto nível, e temos que tirar disso a força necessária para desempenhar um bom papel no torneio - afirmou Bonatini ao L!

Léo Bonatini
Léo foi destaque da Championship (Foto:Reprodução/Site Oficial)

Já no lado estrelado da Premier League, o meio-campista Fred é a principal contratação do Manchester United para esta temporada. O jogador que esteve na Copa do Mundo da Rússia com a Seleção Brasileira, comentou sobre a expectativa de chegar ao Campeonato Inglês logo no maior campeão da competição, treinado por José Mourinho:

- Hoje, a Premier League é a liga mais rica e mais forte do mundo, que conta com clubes muito estruturados e de um profissionalismo exemplar, o que lhes permite fazer grandes aquisições. Poder defender o Manchester United, um dos maiores clubes do mundo, é um orgulho e também uma responsabilidade muito grande. Darei a vida por essa camisa. Ser comandado pelo Mourinho é um privilégio. Trata-se de um dos melhores treinadores da atualidade e não tenho dúvida de que vou crescer muito como jogador trabalhando com ele - declarou o meia ao LANCE!.

Fred United
Fred atuando em amistoso pelo United (Reprodução)

Ainda sobre o Manchester United, o brasileiro comentou a possibilidade de ser o titular no meio-de-campo dos Red Devils. Para o setor, José Mourinho conta com boas opções como Pogba, Matic, Ander Herrera, Juan Mata e o também brasileiro Andreas Pereira.

- Só o tempo e o trabalho do dia a dia vão dizer. São muitos jogadores fora de série, em todas as posições, contamos com um elenco muito forte e qualificado, e só temos a ganhar com isso. Só estou preocupado em fazer o meu melhor para ajudar o United no que for preciso. Temos totais condições de lutar por todos os títulos que disputarmos - frisou Fred.

Promessa se tornando realidade

Contratado pelo Watford na última temporada junto ao Fluminense, Richarlison ficou apenas por uma temporada nos Hornets. Nesta janela, o brasileiro foi negociado a peso de ouro com o Everton, em uma transferência que girou em torno de 40 milhões de libras, cerca de R$193 milhões, de acordo com a imprensa inglesa. 

Apesar de ter jogado apenas uma temporada em solo inglês, Richarlison ainda mostra empenho em se desenvolver como jogador e visa chegar longe com o Everton nesta Premier League:

- A expectativa é a melhor possível. A Premier League é sempre muito disputada, é muito complicado fazer qualquer tipo de previsão. Mas eu sempre busquei o melhor possível na minha carreira e o Everton é uma grande equipe. Esperamos chegar na parte de cima da tabela e incomodar o máximo possível os outros grandes clubes. Acho que podemos chegar bem na competição e surpreender - destacou.

Richarlison
Richarlison em ação com seu novo clube (Divulgação)

Richarlison é, certamente, um dos principais nomes dessa nova geração para a Copa do Mundo de 2022. Exclusivo ao LANCE!, o jovem capixaba não negou sua vontade de vestir a camisa canarinho:

- A Seleção sempre foi um objetivo pra mim, nunca escondi de ninguém. E jogar na liga mais forte do mundo mostrando um bom futebol me dá chances de ser convocado, sim. Agora temos Eliminatórias, Copa América, Olimpíadas e a Copa do Catar. Eu quero estar em todas (risos). É um sonho que espero realizar, mas pra isso preciso trabalhar forte e ter um bom desempenho aqui - relatou.

Veteranos consolidados

Um dos brasileiros há mais tempo em território inglês, o meia Willian é um destaques do Chelsea. No clube lodrino desde 2013, o jogador já conquistou duas vezes a Premier League (2013/14 e 2016/17) e tem 237 jogos, 44 gols e 34 assistências com a camisa azul.

Uma referência de sucesso na Terra da Rainha, Willian opiniou sobre a chegada de novos brasileiros ao campeonato e deu conselhos aos novatos nos gramados da liga inglesa: 

- É bom quando chegam mais brasileiros na Premier League. Para mim é o melhor campeonato do mundo e o que eu posso falar para eles é que desfrutem bastante, pois é um torneio muito bom de jogar, com uma atmosfera bem legal nos estádios, além de ter um estilo de jogo diferente, por isso tenho certeza que eles vão gostar muito - falou ao L!

CHELSEA - Nem a grande fase de Willian evitou que o Chelsea perdesse a vaga na Liga dos Campeões da Europa. O time perdeu muitos pontos para equipes menores.
Willian foi eleito melhor jogador do Chelsea pelos próprios jogadores na temporada 2017/2018 (Foto: BEN STANSALL / AFP)

Outra referência quando se fala em sucesso na Premier League é o nome de Roberto Firmino. O jogador, que chegou ao Liverpool junto ao Hoffenheim (ALE) em 2015, já se tornou ídolo da torcida dos Reds. O atacante, que esteve na Copa do Mundo, vai para sua quarta temporada com uma das mais tradicionais camisas da Inglaterra e afirmou estar totalmente adaptado ao difícil futebol inglês:

- Ter passado pelo futebol alemão antes de chegar à Inglaterra me deu uma base muito forte para encarar o futebol europeu. Apesar de o futebol inglês ter características próprias, consegui me adaptar bem por sempre me sentir em casa no Liverpool. Posso dizer que atingi minha maturidade como jogador na temporada passada. Espero evoluir ainda mais na edição que está para começar - declarou.

Roberto Firmino (Liverpool) - Se Gabriel Jesus anda em recuperação e com atuações apagadas, o seu principal concorrente no ataque da Seleção Brasileira, Roberto Firmino, vive o melhor momento de sua carreira.
Firmino fez parte do trio com Salah e Mané, que virou sensação na temporada passada com a camisa do Liverpool (Foto: PAUL ELLIS / AFP)

O Liverpool foi um dos clubes que mais se reforçaram para esta temporada. Finalista da Liga dos Campeões da Europa na última época, os Reds buscam vencer a Premier League pela primeira vez, já que o último título inglês do Liverpool foi em 1989/90, nos moldes antigos da competição.

- Vamos trabalhar para isso. O Liverpool é um dos clubes mais tradicionais do mundo e entra sempre nas competições pensando em título, tem uma mentalidade vencedora. Soube se reforçar, trazendo jogadores de nível como Alisson, Fabinho e Shaqiri, e temos tudo para fazer mais uma grande temporada - finalizou Firmino.

*Sob supervisão de Bernardo Cruz