Sterling e Kovacic - Chelsea x Manchester City

Estudo aponta um aumento de 22% de casos de racismo na Premier League  (Foto: Adrian Dennis / AFP)

LANCE!
11/12/2018
10:13
Londres (ING)

O Chelsea venceu o Manchester City, neste sábado e o que era para ser uma noite de alegria ficou manchada pelo caso de racismo, vindo da torcida do Chelsea, contra o atacante Raheem Sterling. Em nota, os Blues anunciaram "sanções severas", disse que segue as investigações e proibiu a entrada de quatro torcedores.

- O Chelsea considera que todas as formas de comportamento discriminatório são abomináveis e se existem evidências que sócios tenham comportamentos racistas, o clube vai emitir sanções severas, que incluem proibições - disse o clube


Segundo estudo da 'Kick Out', uma instituição que combate a discriminação no futebol, apontou que houve um aumento de 22% nos casos de racismo na Premier League. E em uma pesquisa global feita com 27 mil torcedores, em 38 países diferentes, que mais de 50% dos entrevistados já testemunharam racismo nos estádios.

- Nossas investigações estão em curso. Apoiamos plenamente a investigação policial e toda informação que tivermos passaremos para eles (...) Também vamos apoiar qualquer processo penal - finalizou o comunicado