Eric Cantona

Cantona relacionou as características do governo autoritário do país com o candidato à presidência do Brasil, Jair Bolsonaro (Foto: AFP)

LANCE!
13/10/2018
12:02
Paris (FRA)

O ex-atacante francês Eric Cantona criticou a Seleção Brasileira por ter aceitado disputar um amistoso com a seleção da Arábia Saudita. O país árabe vive um momento conturbado, por conta do desaparecimento de um jornalista e de ser acusado de violar os direitos humanos. Em um vídeo em seu Instagram, Cantona, além de criticar, disse entender o motivo dos brasileiros estarem dispostos a votar em Jair Bolsonaro (PSL), candidato à presidência do Brasil, e traçou um paralelo entre o político, que também é acusado de autoritarismo, com o governo dos sauditas.

- Quando vejo a Seleção Brasileira aceitar jogar um amistoso na Arábia Saudita - por muito dinheiro, tenho certeza -, consigo entender por que milhões de brasileiros estão dispostos a votar em Bolsonaro - disse Cantona

Entenda o caso do jornalista
O jornalista Jamal Khashoggi desapareceu no consulado saudita em Instambul, na Turquia. O jornal americano 'Washington Post' alega que o jornalista foi assassinado dentro do consulado e disse possuir gravações de vídeo que comprovam o fato. O ministro do Interior da Arábia Saudita negou as informações, chamando-as de "mentiras e acusações sem fundamento". O secretário-geral da ONU, António Guterres, em entrevista a 'BBC', exigiu saber "exatamente o que aconteceu".

Talento francês
Cantona foi um dos maiores talentos do futebol francês e é considerado um dos grandes jogadores da história do Manchester United. Ao todo, foram 77 gols e cinco assistências, em 171 jogos pela equipe, além da conquista de cinco títulos da Premier League. O jogador, porém, foi suspenso por agredir um torcedor e pegou um gancho de seis meses, o que encaminhou sua precoce aposentadoria.