Borussia Dortmund x PSG - Comemoração

Haaland marcou os dois gols do PSG e chegou a 10 na Champions League (Foto: SASCHA SCHÜRMANN / AFP)

LANCE!
18/02/2020
17:51
Dortmund (ALE)

O Borussia Dortmund saiu na frente na disputa por uma vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Nesta terça-feira, os alemães receberam o Paris Saint-Germain e venceram por 2 a 1. Haaland, sempre ele, marcou, duas vezes para os aurinegros no Signal Iduna Park e Neymar fez o dos franceses.

VEJA A TABELA DA CHAMPIONS

PRIMEIRO TEMPO FRACO
Os 45 minutos iniciais não corresponderam às expectativas para o jogo. O técnico Thomas Tuchel resolveu fazer uma mudança na equipe e adotou uma postura mais conservadora. Icardi foi para o banco e o zagueiro Kimpembe ganhou chance no onze inicial. O Borussia, mandante, se lançou mais ao ataque e teve a melhor chance. Sancho partiu pela esquerda e bateu de chapa para grande defesa de Navas. No rebote, Hakimi tentou marcar e viu a defesa cortar na última hora. A melhor chance do PSG foi em cobrança de falta de Neymar.

HOJE TEM GOL DO HAALAND
O fenômeno norueguês apareceu mais uma vez e deixou sua marca. Fazendo sua estreia pelo Borussia na Liga dos Campeões, o centroavante fez o primeiro aos 24 minutos do primeiro tempo. Após jogada pela direita, Guerreiro tentou marcar e a bola procurou o atacante do clube alemão, que não teve dificuldades para marcar. O segundo foi um verdadeiro golaço. Haaland recebeu de Reyna e soltou um petardo contra o gol de Navas, que nem viu a cor da bola. Agora, são 29 jogos na temporada, com 39 gols. Pelo Borussia são 11 gols em sete jogos. Na Champions, o jogador chegou a 10 gols e empatou Lewandowski na artilharia. 

ADULTO NEY MOSTRANDO JOGO
Desde os primeiros minutos o time do Borussia mostrou que não daria vida fácil a Neymar. Quando o camisa 10 parisiense pegava a bola, pelo menos dois marcadores chegavam para fazer pressão. Muito caçado em campo, o brasileiro sofreu três faltas só no primeiro tempo. Cinco minutos após Haaland abrir o placar, o atacante do PSG empatou o jogo. Em grande jogada de Mbappé pela direita, Neymar recebeu e, sem goleiro, dentro da pequena área, só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

ICARDI E CAVANI NO BANCO
Como dito, o Paris entrou em campo mais preocupado em se defender. Com três zagueiros, a ausência de Icardi, um dos artilheiros do clube na temporada, foi uma surpresa. Porém, a surpresa maior foi o técnico Thomas Tuchel permanecer com a formação até o apito final. Nem o argentino e nem o uruguaio entraram no decorrer da partida. Tuchel terminou o jogo com duas substituições a fazer. Somente Sarabia saiu do banco e entrou no lugar de Di María.

PANORAMA
As equipes voltam a se enfrentar no dia 11 de março, em Paris, no Estádio Parque dos Príncipes. Vitória por 1 a 0 do PSG dá a vaga aos franceses. O Borussia jogará pelo empate ou por uma derrota por um gol de diferença desde que também balance as redes. Caso o placar se repita, mas com vitória parisiense, o jogo irá para a prorrogação.