PSG X Istambul Basaksehir

Rafael, do Istanbul Basaksehir, revelou motivo da equipe não voltar ao gramado - (Foto: AFP)

LANCE!
08/12/2020
19:30
Paris (FRA) 

O lateral brasileiro Rafael, do Istanbul Basaksehir, contou detalhes sobre o episódio lamentável de racismo na partida contra o PSG, pela Liga dos Campeões. Em áudio enviado ao canal 'Esporte Interativo',  o jogador explicou o que motivou saída de campo de todos os atletas. 

– O quarto árbitro chegou para um cara que trabalha no clube, um assistente do clube. Falou que estava gritando muito. Um assistente que estava lá em cima, não sei por que expulsou o cara também? Quer dizer, sei por que, porque com certeza ele é racista. Mas aí esse cara estava gritando, ele foi e falou "Negro, sai daí. Vai embora". E expulsou ele, sendo que ele não faz nem parte do banco, estava lá em cima - relatou Rafael. 

O lateral ainda revelou como foi a decisão da equipe no vestiário em não retornar ao gramado do Parque dos Príncipes. 

- O treinador escutou, eu não escutei. Só vi a reação. O quarto árbitro ficou branco quando todo mundo foi para cima. Com certeza ele falou, e a gente saiu de campo. Dois ou três não queriam sair (do vestiário, para retomar a partida). Então, se dois ou três não saem, a gente não vai sair. Vai ficar aqui dentro – contou. 

Entenda o caso: 
Por volta dos 15 minutos do primeiro tempo, um membro da comissão técnica da equipe turca acusou o romeno Sebastian Coltescu (quarto árbitro) de injúria racial e os jogadores do Basaksehir foram cobrar do auxiliar. O atacante Demba Ba foi um dos mais exaltados e perguntou o porquê da ofensa.

- Você nunca diz "aquele cara branco", você diz "aquele cara". Me escute, por que quando você menciona um cara negro você diz "aquele negro ali?" - questionou Demba Ba.

> CONFIRA E SIMULE A TABELA DA LIGA DOS CAMPEÕES 

O atacante fez gesto para que os jogadores se retirassem de campo após o episódio de racismo. A partida foi suspensa quando todos os jogadores se retiraram de campo com forma de protesto.

Cerca de duas horas após a paralisação da partida, a Uefa remarcou o duelo para quarta-feira (9), às 14h55. Jogo será retomado a partir do minuto 14 do primeiro tempo, quando a confusão começou.