Greenwood e Foden

Greenwood e Foden em ação pelos rivais de Manchester (Foto: HECTOR RETAMAL / AFP; ADRIAN DENNIS / AFP)

LANCE!
07/09/2020
16:13
Reykjavik (ISL)

Após ser cortado da seleção inglesa, que disputa a Liga das Nações, o meia Phil Foden, do Manchester City, foi às redes sociais e se pronunciou sobre o caso (veja abaixo). O jovem de 20 anos se desculpou pelo ocorrido e disse que aprendeu com seu erro.

VEJA O PRONUNCIAMENTO DE FODEN
"Seguindo a história que surgiu hoje sobre minhas ações na Islândia, gostaria de apresentar um pedido de desculpas completo.

Peço desculpas a Gareth Southgate (técnico da Inglaterra), aos meus companheiros de seleção da Inglaterra, à equipe, aos torcedores e também ao meu clube e à minha família.

Quando fui convocado por Gareth para esses jogos, minha primeira reação foi de imenso orgulho. Vestir aquela camisa para a seleção principal na minha estreia na Inglaterra foi um privilégio incrível.

Sou um jovem jogador com muito a aprender, mas estou ciente da enorme responsabilidade que tenho em representar o Manchester City e a Inglaterra a este nível.

Nessa ocasião, tomei uma decisão errada e meu comportamento não atendeu aos padrões esperados de mim.

Quebrei os protocolos da Covid-19 implementados para proteger a mim e aos meus colegas da Inglaterra. Como consequência, agora vou perder a oportunidade de viajar para a Dinamarca com a seleção, e isso dói.

Vou aprender uma lição valiosa com esse erro de julgamento e desejo boa sorte a Gareth e à equipe esta semana."

GREENWOOD SE CALA
Por outro lado, Mason Greenwood, que estava junto com Foden no encontro com mulheres na Islândia descumprindo regras de isolamento por conta da Covid-19, não se pronunciou até o fechamento desta nota. O jovem do Manchester United, aliás, desativou sua conta no Twitter.

Greenwood - Twitter
Conta oficial de Greenwood no Twitter consta como inexistente (Foto: Reprodução)