Cristiano Ronaldo - Juventus x Napoli

Cristiano Ronaldo vive momento complicado fora dos gramados (Foto: Marco Bertorello / AFP)

LANCE!
12/10/2018
18:48
Las Vegas (EUA)

Um dia depois do advogado de Cristiano Ronaldo afirmar que um dos documentos que comprovariam um acordo de silêncio entre o atleta e Kathryn Mayorga, com quem teve relações sexuais em 2009, teria sido alterado e vazado por um hacker, a defesa da americana se manifestou. 

Através de uma nota oficial, as advogadas Larissa Drohobyczer e Leslie Mark Stovall, que defendem Mayorga, pedem que Cristiano Ronaldo e seus representantes provem que tal documento tenha sido, de fato, alterado. Elas lembram, também, que, nesses casos - disputas que envolvem a precisão de documentos, as questão são decididas pelo júri (leia mais abaixo). 

O advogado do atacante da Juventus, Peter Christiansen, disse que os documentos que supostamente contam com declarações de Cristiano Ronaldo foram roubados por um hacker, e um site "acabou irresponsavelmente por publicar alguns", e "partes significativas foram mudadas e/ou completamente fabricadas".

- Cristiano Ronaldo não nega que aceitou realizar um acordo, mas as razões que o levaram a fazê-lo estão, pelo menos, sendo distorcidas. Esse acordo não representa de modo alguma uma confissão de culpa - declarou o advogado, informando que a versão do jogador segue sendo que ele e a modelo tiveram uma relação consensual.

CONFIRA A NOTA DAS ADVOGADAS DE MAYORGA NA ÍNTEGRA:

"Agradecemos ao advogado de Cristiano Ronaldo por confirmar e admitir neste dia 10 de outubro de 2018 que os documentos do 'Football Leaks' foram obtidos através de Cristiano Ronaldo ou representantes. Esperamos ansiosamente por evidências que provem, assim como o advogado do sr. Ronaldo afirma, que alguns dos documentos do 'Football Leaks' foram alterados, criados ou contêm informação falsa ou imprecisa.

Nos casos civil e criminal, disputas que envolvem a precisão de documentos geralmente são questões decididas pelo júri. O júri determina a precisão dos documentos através de: 1) Comparação de diferentes versões dos documentos em questão; 2) Ouvir testemunho de quem escreveu, preparou, transmitiu e armazenou os documentos em questão; 3) Considerando as circunstâncias sob as quais os documentos foram escritos, preparados, transmitidos, armazenados e mantidos; e 4) Ouvir o testemunho de especialistas forenses que examinaram os documentos em questão, além dos dispositivos onde os documentos foram escritos, preparados, transmitidos e armazenados.

Em um caso civil, a descoberta é conduzida para obter evidências observando a questão através da análise dos documentos em questão, exame forense dos documentos e dispositivos, e o depoimento de testemunhas sob juramento. Em casos criminais, os prosecutores dependem da análise dos documentos feita pelos investigadores, o exame forense dos dispositivos e dos documentos e interrogando as vítimas.

Qualquer documento ou informação sob o controle ou posse de Cristiano Ronaldo deveriam ser imediatamente entregues para as instituições legais apropriadas e para os escritórios Stovall & Associados para agilizar a investigação e a resolução das alegadas discrepâncias nos documentos do 'Football Leaks'."