payton thorne michigan state

Payton Thorne faz passe no Peach Bowl (Michigan State)

LANCE!
31/12/2021
09:41
Atlanta (EUA)

O Peach Bowl 2021 proporcionou fortes emoções no segundo tempo na partida entre #10 Michigan State Spartans (Big Ten) e #12 Pittsburgh Panthers (ACC), no Mercedes-Benz Stadium, em Atlanta, nesta quinta-feira (30). Com uma virada espetacular no último quarto, os Spartans anotaram 21 pontos seguidos para vencer a partida pelo placar de 31 a 21.

Payton Thorne fez sua melhor partida na carreira com 354 jardas, três passes para touchdown e uma interceptação. Sem Kenneth Walker III, os Spartans praticamente não tiveram jogo corrido e concentraram as suas forças no jogo aéreo. Jalen Nailor e Jayden Redd foram os principais nomes do ataque com seis recepções cada. Nailor terminou com 108 jardas e Redd 80 e mais dois touchdowns. Connor Heyward também foi a end zone e terminou com 37 jardas.

Sem Kenny Pickett, principal prospecto de quarterback para o próximo draft, os Panthers começaram a partida com Nick Patti, que até anotou um touchdown terrestre, mas se lesionou na jogada e teve de sair do jogo ainda no primeiro quarto. Davis Beville, o terceiro quarterback, liderou o ataque o restante do jogo e lançou para 149 jardas um touchdown e uma interceptação. O jogo corrido se concentrou em Vincent Davis com 12 carregadas para 43 jardas. Jordan Addison foi o principal alvo no confronto com sete recepções para 114 jardas. Jared Wayne fez a única recepção para quatro que resultou em touchdown para Pittsburgh.

Os Spartans deram o primeiro golpe no Peach Bowl 2021. Após um grande retorno para 16 jardas de Jayden Reed até a linha de 29 do campo ofensivo, Michigan State anotou o primeiro touchdown com um passe de 28 jardas para Redd, touchdown, 7 a 0.

Os Panthers responderam na mesma moeda na campanha seguinte. O programa da ACC avançou muito bem pelas trincheiras até o campo de ataque e numa terceira descida curta na linha de 16, o quarterback Nick Patti percebeu o colapso no pocket e mergulhou cruzando o plano de goal para empatar a partida, 7 a 7. Para má sorte, o segundo quarterback de Pittsburgh lesionou o ombro e saiu da partida, Davis Beville entrou em seu lugar.

Payton Thorne gastou o braço no começo da campanha com um passe de 17 jardas para Jalen Nailor numa terceira descida ainda na própria linha de 22. Depois, o quarterback dos Spartans contando com um offside de Pittsburgh soltou uma bomba de 25 jardas para Maliq Carr, que fez a recepção já em ótima posição de campo na linha de 31. Thorne apareceu mais uma vez para mover as correntes com uma corrida de 12 jardas até a linha de 13. Porém, duas faltas ofensivas mataram a campanha e Matt Coghlin colocou mais três pontos no placar com um chute de 36 jardas, 10 a 7.

A defesa de Michigan State forçou um sack em Davis Beville por Brandon Wright para perda de nove jardas, e os Panthers devolveram a bola no início do segundo quarto. Ainda no campo defensivo, Thorne mandou um canhão de 50 jardas para Nailor que fez a recepção na linha de 4. Mas, a defesa de Pittsburgh levantou o muro e forçou os Spartans a irem para o chute. Mas como kicker de college sempre surpreende de alguma forma, Coghlin mandou a tentativa de 33 jardas para fora do Y.

Os Panthers não conseguiram aproveitar o turnover e devolveu rapidamente a bola. As duas defesas apareceram bem forçando punts seguidos, até Michigan State conseguir chegar até a linha de 29 com um bom drive. Mas, Payton Thorne mandou um passe a meia altura próximo da sideline que ficou para a fácil interceptação de Brandon Hill na linha de 13 jardas.

Em um drive relâmpago, Pittsburgh virou o placar. Davis Beville, o terceiro quarterback, acionou duas vezes seguidas Jordan Addison, a segunda para 52 jardas até a linha de 13 jardas. Depois, Vincent Davis conseguiu uma ótima corrida de 12 jardas e foi parado no limite na linha de uma jarda. O jogo corrido não conseguiu marcar na primeira descida, mas Beville acionou Jared Wayne na end zone para virar o Peach Bowl no fim do primeiro tempo, 14 a 10.

A defesa de Pittsburgh voltou ainda mais feroz para o terceiro quarto e forçou Payton Thorne a resolver com as próprias pernas, após ótima marcação no segundo nível e John Morgan forçou o fumble, Cam Bright recuperou e foi até a end zone, abrindo 11 pontos diferença, 21 a 10.

Os Spartans tentaram responder o golpe rápido feito pelos Panthers e foram com tudo para conversão de quarta descida ainda no próprio campo e Connor Heyward conseguiu mover as correntes com uma corrida de sete jardas. Michigan chegou até a linha de 28 jardas, mas na segunda tentativa de conversão de quarta descida, Payton Throne tentou um passe na direção de Jalen Nailor na end zone, mas AJ Wood com uma cobertura fantástica forçou o turnover on downs. O terceiro quarto terminou com um ótimo trabalho defensivo dos dois lados com um total de cinco punts, com direito a dois sacks sofridos por Beville e um para Thorne.

Os Spartans voltaram para o jogo com sua campanha mais longa desde o primeiro quarto. Em 13 jogadas, Michigan State chegou a end zone com um passe de 15 jardas para Connor Heyward numa terceira descida longa após Thorne sofrer um sack por Devin Danielson para perda de 9 jardas. Eles foram para a conversão de dois pontos, mas sem sucesso, 21 a 16.

Michigan State forçou um three and out rápido do poderoso ataque de Pittsburgh e Payton Thorne retornou a campo para liderar uma possível virada. O quarterback dos Spartans brilhou no drive. Primeiro ele tirou o ataque do buraco com um passe de 11 jardas para Redd na conversão de uma 3rd&7 na linha de 23 do próprio campo.

Throne com outro passe de 11 jardas para Keon Coleman colocou a bola já na linha de 46. Com outra situação complicada de terceira descida, o quarterback dos Spartans tirou outro coelho da cartola e completou um passe de 10 jardas para Maliq Carr movendo novamente as correntes. A defesa dos Panthers forçou outra terceira descida complicada, mas a estrela do under center de Michigan State conseguiu mais um grande first down com um passe de 14 jardas para Jalen Nailor.

Por fim na linha de 22, Thorne com um passe para o canto da end zone e Jaylen Redd subiu no segundo andar para capturar a bola e anotar o touchdown da virada. Os Spartans foram para a conversão de dois pontos e Thorne completou passe para Nailor colocando 24 a 21 no placar.

Os Panthers foram para o tudo ou nada nos dois minutos finais e já começaram com um grande problema. Davis Beville foi sackado por Jacub Panasiuk e Jacob Slade para perda de sete jardas na segunda descida na linha de 20 do campo defensivo. Mas, o terceiro quarterback de Pittsburgh conseguiu sair do buraco com um passe de sete jardas para Vincent Davis. A equipe da ACC foi para a tentativa de quarta descida, que foi bem sucedida com um passe de oito jardas para Jordan Addison. Os Panthers conseguiram avançar até a linha de 26 do campo de Michigan State.

Mas, após Beville completar um passe perigoso pelo meio do campo contra o movimento do corpo para Lucas Krull, o novato lançou um pato morto para o meio do campo que foi facilmente interceptado por Cal Haladay, que retornou 78 jardas para o touchdown decretando a vitória de virada dos Spartans no Peach Bowl por 31 a 21.