dee greenlaw san francisco 49ers

Dee Greenlaw comemora fumble recuperado (San Francisco 49ers)

LANCE!
23/01/2022
01:20
Green Bay (EUA)

O San Francisco 49ers contou com um field goal no estouro do cronômetro para bater o Green Bay Packers, 13 a 10, no gelado e nevado Lambeau Field, em Green Bay, já na madrugada deste domingo (23). Com o triunfo, a equipe californiana derrotou Aaron Rodgers pela quarta vez em quatro confrontos na pós-temporada, A-Rod, que era torcedor dos Niners, nunca conseguiu bater seu time de infância nos playoffs.

A temperatura chegou a -10º na partida válida pelo Divisional Round dos playoffs da NFL, mas o frio não assustou os embalados 49ers, da ensolarada São Francisco. Agora, Jimmy Garoppolo e companhia limitada aguardam pelo vencedor de Tampa Bay Buccaneers e Los Angeles Rams, que se enfrentam no domingo, a partir das 17h.

O JOGO

A partida pode ser resumida pela vitória de ambos setores defensivos sobre as unidades ofensivas. A defesa de San Francisco, contudo, teve uma partida impecável, limitando o poderoso ataque dos Packers a somente 10 pontos, sackando Rodgers cinco vezes, além de forçar um fumble. O time de especialistas da franquia vermelho e ouro também foi brilhante. O setor bloqueou um punt e anotou um TD, com Talanoa Hufanga, com pouco mais de quatro minutos faltando para o fim do duelo, e que empatou a partida em 10 a 10 naquele momento.

Então, os Niners contaram com um drive clutch de um ataque que estava adormecido por quase toda a partida. Jimmy Garoppolo teve boas conexões com seus recebedores e Deebo Samuel converteu uma importante 3ª para 7, com uma corrida de nove jardas. Bem posicionado, Robbie Gould foi a campo com quatro segundos no relógio e colocou a bola no meio do Y para dar a vitória por 13 a 10 para San Francisco.

Do lado ofensivo dos Niners, partida apagada de Jimmy Garoppolo, mas que cresceu no momento mais importante da temporada de San Francisco. O camisa 10 completou 11 passes em 19 tentativas, para 131 jardas – sem touchdowns e uma interceptação sofrida. No drive decisivo, contudo, conectou passes com George Kittle e Deebo Samuel, 12 e 14 jardas, respectivamente, que ajudaram a posicionar Robbie Gould para a pontuação decisiva.

Kittle terminou a partida com quatro recepções para 63 jardas, já Samuel somou 83 jardas totais, sendo 39 corridas e 44 recebidas.

A defesa dos Packers também teve um dia brilhante, sofrendo pontuação somente em dois field goals. Za’Darius Smith conseguiu um sack na partida e viu seus companheiros de linha defensiva Rashaan Gary, duas derrubadas ao QB adversário , e Kenny Clark, um sack, também atormentarem a vida de Jimmy Garappolo. Adrian Amos ainda forçou uma interceptação para colocar fim a promissor drive ofensivo do adversário.

No ataque, Aaron Rodgers teve desempenho estatisticamente razoável, porém faltou conduzir mais drives até a endzone rival, além de um desempenho mais decisivo no quarto final. O quarterback terminou a jornada com 225 jardas passadas, completando 20 passes em 29 tentativas. O camisa 12 não lançou ou correu para nenhum TD no confronto. O único touchdown de Green Bay no duelo foi anotado pelo running back AJ Dillon, numa corrida de 6 jardas, logo no drive inicial dos mandantes.

Aaron Jones foi o grande nome ofensivo dos Packers no jogo. Jones foi a arma escolhida por Rodgers para manter as correntes se movendo, produzindo mais jardas aéreas que o estelar wide receiver Davante Adams (9 recepções, 90 jardas recebidas). O running back correu para 41 jardas, mas fez grande estrago recebendo a bola – 9 recepções para 129 jardas.