Dan Quinn Thomas Dimitroff

(Foto: Reprodução/Atlanta Falcons)

LANCE!
13/10/2020
08:05
Atlanta (EUA)

O dono do Atlanta Falcons, Arthur Blank, explicou, nessa segunda-feira (12), as razões que o fizeram demitir o técnico Dan Quinn e o general manager Thomas Dimitroff, em um video divulgado na conta oficial da equipe no Twitter.

- É a falta de vitórias. Não é apenas uma resposta ao início com retrospecto de 0-5. É uma resposta sobre quase três anos e meio.

Blank voltou no tempo e citou a famigerada derrota no Super Bowl LI, para o New England Patriots, por 34 a 28, após liderar o placar por 28 a 3, no terceiro quarto da partida.

- Após o Super Bowl LI, nós estamos jogando abaixo de .500 (de aproveitamento). Então, quando você olha os vários jogos em um longo período de tempo, nós não temos atuado em um nível que somos capazes.
Dan Quinn comandou o Atlanta Falcons por seis temporadas, contabilizando a atual. Seu recorde apresenta 43 vitórias e 42 derrotas, duas aparições em playoffs (2016 2 2017), mas terminou as campanhas de 2018 e 2019 com o mesmo retrospecto de sete triunfos e nove reveses. Em seu lugar, interinamente, o coordenador defensivo, Raheem Morris, comandará a franquia até o final do calendário.

Já o GM Thomas Dimitroff foi contratado pela equipe em 2008 e passou 12 anos sendo o responsável pela montagem dos elencos dos Falcons. Foi Dimitroff, por exemplo, o responsável pela seleção do quarterback Matt Ryan, no ano de sua chegada.