Gabigol - Expulsão

Gabigol foi expulso na hora que foi substituído, já nos acréscimos do segundo tempo (Reprodução Globo Esporte)

LANCE!
13/07/2020
17:34
Rio de Janeiro (RJ)

A expulsão de Gabigol no primeiro jogo da final do Campeonato Carioca foi bastante polêmica. Muitos, inclusive, sequer entenderam. Mas de acordo com a súmula, se tratou de uma reclamação do atacante na hora de ser substituído, resultando em um segundo cartão amarelo.

O narrador Gustavo Villani usou sua conta no Twitter para questionar a expulsão do árbitro Wagner do Nascimento Magalhães, afirmando que a atitude é 'só mais um retrato de um campeonato esculhambado'.

- É só mais um retrato de um campeonato esculhambado. E, agora, como protagonista, o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães. Por que não acrescer mais um ou dois minutos, na demora do atacante? Onde "p****" é ofensa, no contexto de dúvida sobre quem seria substituído? - afirmou.

Villani ironizou a exigência de postura prescrita na súmula para o jogador Rubro-Negro, questionando a necessidade de tirar um atleta de uma final para mostrar uma autoridade.

- Por que tirar da grande final um atleta, já nos acréscimos, só para mostrar quem manda, quem soca a mesa? Quanta bobagem, pobreza. Aqui, quem brilha é o árbitro. O jogador (artilheiro do campeonato) tem que ser coroinha, a 190bpm. Ter raciocínio angelical, disputando título - concluiu.