Rogério Ceni e Gabigol - Flamengo

Manga do uniforme do Fla vai estampar a marca da rede Havan (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

LANCE!
10/05/2021
15:35
Rio de Janeiro (RJ)

Torcedores do Flamengo entraram em uma ampla discussão na tarde desta segunda-feira pelo Twitter após o clube acertar um novo patrocínio com a empresa Havan, do setor varejista, que estampará sua marca na manga das camisas da equipe até o final desta temporada. O acordo será oficializado pelas partes em breve. Nas redes sociais, as contas das partes já interagiram.

+ Veja a campanha do Flamengo na Libertadores

O grande motivo da discussão é político. Luciano Hang, dono da Havan, é um conhecido entusiasta do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que vem sendo criticado por parte da população sobre sua gestão à frente do executivo, principalmente durante a pandemia da Covid-19. Torcedores do Flamengo que apoiam Bolsonaro receberam a notícia do acordo com entusiasmo, já quem critica não aprovou o desfecho do acordo.

- Não dou um centavo pra nada desse clube enquanto tiver ligação com velho da Havan ou coisa do tipo - disse um flamenguista.

Os apoiadores, por outro lado, buscaram tirar sarro com as criticas e apelidaram essa parcela da torcida de "FlaPsol". O termo, que foi parar nos assuntos mais comentados da rede social, faz menção ao partido político Psol (Partido Socialismo e Liberdade), de esquerda, que é opositor do governo de Bolsonaro.

- Patrocínio = mais dinheiro pro clube; Patrocínio da Havan = choro da FlaPsol.
Até agora só vejo pontos positivos nesse acordo - disse um torcedor.

- FlaPsol é o adjetivo usado por ignorantes (ou mau-caráter) que não respeitam a história do clube que torcem para ridicularizar quem respeita - reclamou um torcedor.