Logo Lance! Betting

PC de Oliveira analisa lances polêmicos em Flamengo e Atlético-GO

Jogo foi marcado por expulsões e pênaltis duvidosos

AGIF24041418434840-scaled-aspect-ratio-512-320
Pedro, jogador do Flamengo durante partida contra o Atletico-GO no estadio Serra Dourada pelo campeonato Brasileiro A (Foto: Heber Gomes/AGIF)

Escrito por

O comentarista de arbitragem do SporTV Paulo César de Oliveira, analisou os lances polêmicos da primeira rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo (14). O ex-árbitro discutiu no programa "Troca de Passes" sobre o jogo entre Flamengo e Atlético-GO, onde o Rubro-Negro saiu com a vitória.

A primeira análise foi sobre o pé alto de Alejo que acertou o queixo de Ayrton Lucas. Segundo PC de Oliveira, mesmo que a perna de Alejo esteja flexionada, o cartão deveria ser o vermelho.

- Foi no rosto. Pegou no queixo do Ayrton Lucas, com o pé levantado, atingiu com a sola da chuteira. Na hora da avaliação, a perna do Alejo está flexionada e pode ser que interpretaram assim, mas discordo completamente, principalmente pela área atingida - disse o ex-árbitro.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

Sobre o lance envolvendo Pedro e Alix Vinicius, PC diz que o juiz acertou em punir o jogador do Atlético-GO com o cartão vermelho, pois havia uma chance clara de gol e o zagueiro, mesmo com uma falta leve, impediu a passagem do atacante Rubro-Negro.

- O árbitro deve avaliar a intensidade da falta, não a natureza dela. Foi um contato leve, mas se for uma no meio-campo que não impede um ataque promissor ou não impede uma chance clara de gol, é só uma falta sem cartão - explicou.

➡️ A boa do Lance! Betting: vamos dobrar seu primeiro depósito, até R$200! Basta abrir sua conta e tá na mão!

➡️ Tudo sobre o Mengão agora no WhatsApp. Siga o nosso novo canal Lance! Flamengo

Por fim, PC analisou o pênalti marcado em Bruno Henrique e o cartão vermelho aplicado em Maguinho. Segundo ele, o árbitro acertou no pênalti e viu apenas a decisão do cartão como uma possível discussão. Porém, a falta, de acordo com a orientação, a falta deveria ser assinalada.

- O contato já ocorre antes mesmo de a bola chegar para a disputa. O cotovelo ou o antebraço e onde atinge, a intensidade antes que atinge, a discussão desse lance pode ter até uma avaliação sobre a punição disciplinar. A questão técnica da falta é muita clara, com esse braço aberto. Com esse braço aberto, o zagueiro está assumindo o risco. Na nova regra, a orientação é marcar o pênalti - concluiu PC de Oliveira.

BRASILEIRO A 2024, ATLETICO-GO X FLAMENGO
Pedro comemora gol da vitória sobre o Atlético-GO (Heber Gomes/AGIF)

News do Lance!

Receba boletins diários no seu e-mail para ficar por dentro do que rola no mundo dos esportes e no seu time do coração!

backgroundNewsletter