Milton Leite e Milton Neves

Milton Leite e Milton Neves escancararam a relação conflituosa entre os dois (Montagem LANCE! Fotos: Reprodução/SporTV e Reprodução/TV Bandeirantes)

LANCE!
11/05/2021
18:44
Rio de Janeiro (Rj)

A questão pessoal envolvendo o apresentador Milton Neves e o narrador Milton Leite ganhou mais um capítulo nesta terça-feira. No último domingo, o comunicador da Band já havia rebatido uma frase do jornalista do SporTV. Em seu blog no "Uol", Milton Neves publicou um texto nomeado "Os colchões ingratos de Milton Leite" e desabafou sobre o colega.
+ Confira a classificação dos grupos da Copa Libertadores

Milton Neves iniciou a postagem relembrando o comentário do narrador nas redes sociais. Na ocasião, Milton Neves depreciou o apresentador ao ser confundido por um torcedor que o marcou em uma publicação do presidente Jair Messias Bolsonaro - apoiado por Milton Neves.

Em clima nostálgico, a figura da Band relembrou em seguida um vídeo de 2017 em que ironiza a trajetória de Milton Leite. Em seu conteúdo, Milton Neves rebateu firmemente as afirmações do narrador do SporTV sobre sua carreira, apresentou notas fiscais sobre depósitos na conta do Global e recordou a passagem do profissional da emissora carioca como garoto propaganda na rádio Jovem Pan.

- Você foi tão maravilhoso como garoto-propaganda no "Show da Manhã" da Jovem Pan, fazendo seus três implorados merchans diários por tanto tempo que os clientes Giorgio Nicoli e Rede Copel ampliaram o tempo de veiculação na emissora - ironizou.

Em tom arrependido, Milton Neves ainda repassou o caminho do narrador em suas primeiras transmissões esportivas e afirmou ter ficado feliz pelo sucesso do companheiro.

- Nervoso demais você estava, algo natural, estreando, a narrar pela primeira vez na TV JP Wimpro x Cães Vadios, um jogo ruim. Eu faria em seguida o clássico lotado Palmeiras x Corinthians. E, titular, resolvi, em boa ideia, narrar o primeiro joguinho com você de comentarista, "para você pegar a manha, o retorno, a embocadura". E lhe dei o clássico para narrar com Leão ou Travaglini comentando Mas fiquei do lado, torcendo por você - escreveu Milton Neves.

- Está vendo, você sempre foi grato, mas se esqueceu do futebol de salão em sua primeira narração na TV - desabafou.

Por fim, Milton Neves relembrou questões pessoais passadas entre os dois na Jovem Pan e ironizou o comentário do colega sobre sua carreira mesclada com a publicidade.

- Não fosse você, Milton Leite, como garoto-propaganda, teria perdido os meus clientes. Nós nos ajudamos, Milton Leite! E você, brilhante e eclético, fazia três ações diárias de três colchões concorrentes: Copel, Orthocrin e Giorgio Nicoli, cama e colchões. Obrigado, Milton Leite, meu garoto-propaganda preferido no rádio, e jamais esquecerei aquela sua ajuda profissional - brincou.

- E continue norteando assim sua brilhante carreira: narrando como ninguém e defendendo os colchões que te deixaram dormir em paz a partir de 1997 sem Oficial de Justiça te enchendo o saco. Mas nunca mais cuspa no prato em que gulosamente comeu - finalizou Milton Neves.