LANCE!
14/05/2021
18:43
São Paulo (SP)

Uma mudança de foto do perfil do atacante Marinho, do Santos, gerou uma série de questionamentos de torcedores na internet, que especularam que a atitude seria um desagrado com a convocação da Seleção Brasileira desta sexta-feira.

Destaque do Santos e escolhido no último ano como o "Rei da América", camisa 11 do Peixe mudou sua foto de perfil no Instagram para uma foto da bandeira da Colômbia. Os torcedores logo entenderam como uma piada pelo "esquecimento". Mas o jogador negou em stories do Instagram.

+ TABELAS: Mandando bem? Confira o grupo do seu time na Libertadores

Marinho Colombiano
Marinho colombiano? Jogador esclareceu caso  (Arte LANCE!)

O jogador afirmou que mudou a foto para as cores da Colômbia como apoio ao pais vizinho, que vem passando por uma onda de prostestos e conflitos em meio a pandemia de Covid-19. 

- Um país que vive uma guerra, um povo sofrendo e cansado de aceitar calado o que o governo quer! Não existe direita, nem esquerda. O povo cansou de ser trouxa e todos vivendo em uma guerra. Porque ninguém aguenta mais viver refém. Da minha postagem empatida, solidariedade com as vítimas de lá. Busquem informação verdadeira. Não cogitem algo que não sabem - disse.

Mal-entendido com convocação
A mudança teria ocorrido pouco depois da convocação, que aconteceu na manhã desta sexta. Everton Cebolinha, Gabigol e outros atacantes ocuparam o espaço de Marinho, que também briga por um espaço com Neymar e Everton Ribeiro no meio de campo. Esta é a primeira lista após o começo da pandemia de Covid-19. Vale lembrar que Marinho está voltando de lesão. 

Desde o último ano, o narrador da Globo Galvão Bueno e outros comentaristas já defenderam a entrada de Marinho no conjunto de Tite. Porém, Marinho segue fora. Será que o camisa 11 tem espaço na seleção colombiana de James Rodríguez e Cuadrado? O narrador Milton Leite chegou a dizer que o camisa 11 estivesse sendo "sacaneado" pelo treinador. 

O Brasil receberá o Equador no dia 4 de junho, no Beira-Rio, às 21h30. Já o duelo com o o Paraguai acontecerá no dia 8, em Assunção, também às 21h30 (de Brasília).