Ana Paula Scheffer - ex-ginasta (Emanuel Rocha)

Ana Paula Scheffer ganhou bronze para o Brasil no Pan do Rio em 2007 (Emanuel Rocha)

LANCE!
17/10/2020
14:15
Rio de Janeiro (RJ)

O Instituto Médico Legal do Paraná afirmou que o exame para identificar a causa da morte da ex-ginasta Ana Paula Scheffer foi inconclusivo. O corpo de Ana, que foi encontrado no próprio quarto da jovem que tinha 31 anos, passará por novos exames. A informação foi publicada pelo 'G1'.

- Ela era uma menina muito alegre, muito querida. Nunca me deu trabalho, era muito amorosa. Foi nosso orgulho, meus dois filhos são orgulhos para mim. Vai ser mais difícil, porque parece que é um sonho o que estou passando. A hora que cair a ficha vai ser difícil - disse a mãe da atleta que, segundo o G1, acredita que a filha teve um infarto fulminante.

A ginasta defendeu a Seleção Brasileira de ginástica rítmica e conquistou um bronze nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, em 2007. Ana vinha trabalhando como treinadora da equipe de Cascavel, no mesmo estado. O time informou que a ex-ginasta estava em casa e foi achada sem vida pela mãe, que foi acordá-la.

Além do bronze no aparelho arco no Pan do Rio, Ana Paula participou do Pan da modalidade em 2005, dos Jogos Sul-Americanos de 2006, em Buenos Aires, e de 2010, em Medellin, além do Mundial de ginástica rítmica de 2009, no Japão.