Everton Ribeiro e Gabigol - Seleção Brasileira

Éverton Ribeiro e Gabigol ficaram fora da lista para os amistosos na Ásia (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

LANCE!
11/05/2022
11:45
Rio de Janeiro (RJ)

O técnico Tite convocou, nesta quarta-feira, a Seleção Brasileira para os amistosos de junho contra a Coréia do Sul e o Japão. O principal tema das mesas de debate esportivas na TV foram as ausências na lista. A ESPN, através do programa 'F360', debateu a não convocação de uma dupla do Flamengo.

Para o jornalista Abel Neto, a ausência de Everton Ribeiro pode ser considerada surpreendente, mas o mesmo não se pode dizer de Gabigol. Os demais companheiros de bancada na atração concordaram com a análise. 

- Acho que é uma surpresa por que mesmo quando ele (Everton Ribeiro) não estava numa fase muito boa no Flamengo, o Tite sempre convocou. Mas de titular ele já virou reserva da Seleção. (Mas o) Tite nunca mostrou amor pelo Gabigol - disse Abel Neto.

- O Gabigol nunca mostrou na Seleção do Tite o que mostrava no Flamengo e agora tem muito nome no ataque, fica cada vez mais gente pra você encaixar - concluiu Celso Unzelte.

- Com a volta do (Philippe) Coutinho ficou difícil, Paquetá hoje é titular da Seleção Brasileira, indiscutivelmente. Para dupla do Flamengo ficou mais complicado. O Gabriel não é uma surpresa, o Everton Ribeiro a gente pode considerar uma surpresa por que ele estava sempre na lista - analisou Raphael Prates.

Para o meio-campo, Tite deixou de convocar Éverton Ribeiro e optou por Casemiro (Real Madrid), Danilo (Palmeiras), Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United), Bruno Guimarães (Newcastle), Lucas Paquetá (Lyon) e Philippe Coutinho (Aston Villa).

Já no ataque, além de Gabigol, Firmino (Liverpool) foi outra ausência. No lugar dos dois, o treinador escolheu Neymar (PSG), Raphinha (Leeds), Gabriel Jesus (Manchester City), Vini Jr. (Real Madrid), Gabriel Martinelli (Arsenal), Richarlison (Everton), Rodrygo (Real Madrid) e Matheus Cunha (Atlético de Madrid).