Pedro

Pedro comemorando gol pelo Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

LANCE!
23/06/2021
16:00
São Paulo (SP)

O dirigente do Flamengo Marcos Braz afirmou que "não tem sentido" para o clube liberar o atacante Pedro para a disputa da Olimpíada de Tóquio, mesmo com a comemoração do jovem pela convocação. E durante o "Jogo Aberto" desta quarta-feira, o ex-jogador Denílson concordou com a fala do dirigente e afirmou que o papel do atleta é respeitar as escolhas do clube. 

> Confira a classificação atualizada do Brasileirão 2021 e simule as rodadas!

+ Conheça o novo app do LANCE! e fique por dentro dos resultados e notícias!

- O Pedro deve ter falado da vontade, mas a decisão é do clube. O Marcos Braz falou que pagou 13 milhões de euros e depois perde um jogador quando mais precisa. E tem razão - afirmou o comentarista. 

- Eu perdi uma Olimpíada porque o Betis não quis me liberar. Vou falar o quê? Não volto? Minha vontade era jogar. Essa foi a única grande competição que não disputei pela seleção. Mas o papel do jogador é ficar à disposição do clube e o Pedro teria que respeitar essa decisão - acrescentou Denílson. 

O Flamengo volta a entrar em campo nesta quarta-feira para enfrentar o Fortaleza pela sexta rodada do Brasileirão 2021. Já a Seleção Olímpica começa sua caminhada pela Olimpíada de Tóquio no dia 22 de julho, enfrentando a Alemanha em reedição da final dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.