Caio Henrique - Fluminense

Caio Henrique voltou à posição original (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)

Sergio Santana
04/04/2019
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

O empate sem gols diante do Luverdense, na última quarta-feira, pela Copa do Brasil, foi uma das mais irregulares do Fluminense, que sentiu dificuldade na criação de chances, na temporada. Um fator positivo, porém, foi a atuação de Caio Henrique, um dos poucos jogadores que se destacou individualmente no Estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde-MT.

Por conta da lesão de Airton, Caio Henrique foi deslocado por Fernando Diniz para a posição de primeiro volante, já que o camisa 19 estava atuando como lateral-esquerdo, setor ocupado por Ezequiel. Na posição original, o meia foi o principal distribuidor de jogo do Tricolor, sendo o responsável por qualificar a saída de bola desde o campo de defesa.

Mesmo atuando recuado, Caio Henrique conseguiu distribuir bons passes no meio-campo, sendo uma espécie de 'regista', um primeiro volante responsável por criar chances em uma posição baixa do meio-campo. Ao todo, o camisa 19 acertou 98 passes, com 91% de aproveitamento - muitos dos erros no quesito ocorreram quando ele avançou, na tentativa do Tricolor em furar a defesa do Luverdense, para uma posição mais avançada do gramado.

A atuação pode dar uma dor de cabeça para Fernando Diniz. Ainda sem Airton, é praticamente certo que Caio Henrique permaneça como primeiro volante, mas o atleta mostra que pode ser útil nesse setor até mesmo com o retorno do camisa 5. Diante do Luverdense, a condução de bola entre a defesa e o ataque foi um dos principais problemas, e o camisa 19 pode ajudar nesse quesito. 

É verdade que Caio Henrique, até aqui, também teve atuações convincentes atuando de lateral, formando uma dupla entrosada com Everaldo pelo lado esquerdo. Na posição original, porém, o meio-campista consegue aproveitar com eficiência uma das qualidades: o lançamento. Diante do Luverdense, Caio acertou 12 lançamentos de um total de 13 tentativas.

O Fluminense volta à campo no próximo sábado, às 19h, no Maracanã, pela semifinal geral do Campeonato Carioca. Sem Airton, ainda lesionado, é provável que Caio Henrique atue, mais uma vez, como primeiro volante.