Rosival

Seu Rosival, o torcedor que se apoia no Fluminense na luta contra o AVC (Foto: Arquivo Pessoal)

Marcello Neves
16/04/2019
16:51
Rio de Janeiro (RJ) 

O quanto você é ligado a uma equipe? O suficiente para ter dezenas de camisas, caixas cheias de ingressos ou sócio-torcedor no status mais alto? Muito além dos valores financeiros que tentam - mesmo que seja impossível -classificar categorias, a paixão se mostra presente nas coisas não materiais. Caso de Seu Rosival, torcedor, que desaprendeu a falar praticamente todas as palavras, menos "Fluminense', o nome do seu clube do coração. 

Seu Rosival tem 73 anos e mora em Guapimirim, no Rio de Janeiro. Há 15 anos, sofreu um acidente vascular cerebral (AVC), que deixou sequelas graves - o fez perder os movimentos de um lado do corpo e praticamente cortou a sua fala. Com fisioterapia e a fonoaudióloga, recuperou a possibilidade de falar algumas palavras. Entre elas, o "Fluminense". 

- Um das poucas palavras que ele fala é Fluminense, é realmente uma das poucas coisas que ele diz. É o que o mais o deixa feliz. Ele ama o clube, assiste a todos os jogos e vê notícias. Mesmo com o AVC, ele seguiu acompanhando e vibrando, algo além das quatro linhas - conta Anderson Lima, filho de Rosival. 

Seu Rosival é aposentado da Marinha do Brasil e precisa realizar exames médicos uma vez a cada semana, no mínimo. Na luta pela vida, leva consigo a mãe Ivone e o irmão Wallace. Pelas dificuldades motoras, não consegue ir ao Maracanã assistir as partidas, mas leva o sonho de ver a equipe presencialmente. Chegou a ser convidado pelo zagueiro Digão, que gravou um vídeo de apoio. 

- Fala, seu Rosival, bom dia, tudo bem? É o Digão, zagueiro do Fluminense. Queria deixar um grande abraço, pelo carinho do Fluminense. Vai ser um prazer receber o senhor no Maracanã, no CT, para vermos de perto a paixão que você tem pelo clube. Que Deus continue abençoando vocês - disse Digão no vídeo. 

Entre os maiores ídolos, uma passagem de bastão. Fred foi o maior que ele viu jogar e aprendeu a admirar, segundo o filho Anderson, mas a idolatria atualmente está com Pedro, atacante que assumiu a camisa 9 e por quem estará na torcida nesta quarta-feira, contra o Santa Cruz. A expectativa é que o artilheiro ajude a vencer dentro de campo, e que Seu Rosival siga vencendo fora dele.