Julia Moura

Ponteira falou sobre fato de jogar com a irmã Lelê (Mailson Santana/FFC)

LANCE!
03/10/2020
15:56
Rio de Janeiro (RJ)

A expectativa pelo início da quinta temporada da Superliga Feminina de Vôlei marca Julia Moura. Prestes a disputar mais uma edição da competição, a ponteira, que está no Fluminense desde 2014, destaca sua ascensão na equipe. 

- Fiz minha estreia no time adulto quando ainda tinha idade de infanto e, desde então, tive a oportunidade de jogar com grandes atletas que passaram pelo Fluminense. Nas três primeiras temporadas acompanhei mais como juvenil, aprendendo tudo que as mais experientes poderiam me passar. Ano passado consegui participar um pouco mais efetivamente dos jogos e esse ano está vindo também com mais desafios - disse a jogadora de 22 anos.

Julia ainda tem o privilégio de contar com sua irmã como colega de equipe. A líbero Lelê, de 17 anos, é vista com elogios por Julia

- Estamos juntas há muito tempo, em campeonatos e viagens, além da rotina diária de treinos. Nos tornamos amigas além da quadra e também nos cobramos e nos ajudamos dentro dela - e emendou sobre a jovem, que estreou no time adulto na Superliga 2019/2020:

- A Lelê está no clube desde os dez anos de idade e é muito querida por todos. O fato de poder estar comigo e com as outras meninas da base, aliado à união do grupo da temporada passada, fez com que ela se sentisse à vontade. Foi ótimo podermos sempre contar uma com a outra nos bons momentos e nos momentos de pressão - completou.

Julia demonstra confiança na força do Tricolor das Laranjeiras para a equipe render bem na Superliga.

- Acredito que, mais uma vez, formaremos um grupo unido, onde o todo vale mais que o individual. Sem vaidades ou egoísmo e aonde uma sempre estará ajudando a outra. Minha expectativa é positiva. Será uma temporada diferente diante do cenário de pandemia, mas acredito que teremos muitas surpresas positivas - declarou.