Fluminense x Volta Redonda

João Pedro e Ibañez passaram pela base do Flu (Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)

LANCE!
23/01/2019
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

Com o dinheiro apertado desde a saída da Unimed em dezembro de 2014, o Fluminense se estrutura como pode para montar seus elencos do time profissional. Sem poder investir em reforços de peso, os jovens de Xerém ainda têm sido chamados para socorrer o time principal tricolor. A tendência para 2019 é que o cenário continue.

Na estreia contra o Volta Redonda, o Flu teve seis jogadores oriundos de Xerém em seu time titular, além de João Pedro e Igor Julião, que entraram no segundo tempo. O gol de empate do jogo, inclusive, passou pelos pés de três crias do Fluminense e empolgou a torcida. Assim como os antecessores, o técnico Fernando Diniz precisará mesclar as necessidades da equipe com o elenco curto e a experiência de alguns nomes que chegaram ou se mantiveram no tricolor.

Em 2018, foram 27 jogadores estiveram no elenco profissional do Tricolor em algum momento durante o ano. Alguns deles atuaram apenas na estreia do time no Campeonato Carioca, contra o Boavista, já que a equipe estava disputando a Florida Cup e não chegaria a tempo da partida, como nos casos de Evanilson, Ramon, Romarinho, Patrick Luan e Lucas Fernandes.  Alguns atletas que saíram de Xerém, porém, foram importantes, como Ibañez, Ayrton Lucas, Igor Julião, que ganhou mais espaço no final da temporada e o atacante Pedro, além de Marcos Junior e Digão, que são veteranos formados na base tricolor.

Outra partida que fez com que os meninos tivessem oportunidade foi o duelo contra o Santos, pelo Campeonato Brasileiro, que antecedeu a semifinal da Sul-Americana. Jogadores como o zagueiro Alex, Frazan e Fernando Neto, por exemplo, puderam aparecer. Marlon Freitas, Luquinhas, Douglas, Caio, Daniel, Mateus Norton, Robinho, Calazans, Dudu, Pablo Dyego, Matheus Alessandro e Macula foram outros que apareceram na equipe.

Na média geral, o Fluminense é um dos clubes da Série A que mais aproveita seus atletas formados. Nos anos anteriores, os números foram um pouco mais baixos. Em 2017, 23 dos 35 jogadores do elenco eram das categorias de base. Já em 2016, foram 17 atletas, mesmo número de 2014. Em 2015 foram 16. No elenco divulgado pelo Fluminense para 2019, já com os reforços que foram anunciados, são 16 atletas até o momento.