Jorge Jesus e Marcos Braz - Flamengo

Jorge Jesus está na mira do Flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

LANCE!
22/12/2021
11:43
Lisboa (POR)

O assunto do encontro entre o Flamengo e Jorge Jesus, que revelou o desejo de retornar ao Brasil, tomou os jornais de Portugal. Assim, depois de Bruno executivo, diretor executivo de futebol, à CNN Portugal, foi a vez de Marcos Braz, ao jornal português Record, falar sobre o tema. O VP da pasta rebateu as críticas de assédio e foi direto na resposta.

> Retrospectiva L!: Arão é unânime e Arrascaeta segue como cérebro do Fla

- Nunca fui a casa de ninguém sem ter sido convidado. Se há algum problema, não é meu. Não fui o causador disso - disse Braz, ao jornal Record.

Novamente, o dirigente voltou a frisar que o Flamengo não tem "nada a ver" com qualquer tipo de problema que exista entre Jesus e os torcedores. Além disso, Braz também lembrou que, em 2020, quando o Mister estava sob contrato com o Flamengo, o presidente do Benfica daquela época foi ao Brasil para fechar com o treinador.

- Se há algum problema dos adeptos do Benfica ou do Jorge Jesus, não quero potenciar isso. Não quero criar problemas para ninguém. Não temos nada a ver com qualquer questão que exista entre eles. O problema, se existe, repito, não é nosso. Não é do Flamengo. Há ano e meio o presidente do Benfica foi ao Rio de Janeiro num jato e voltou com o Jorge Jesus. Isso aconteceu e nunca reclamei, como se diz no Brasil, nunca dei um pio. Nunca falei absolutamente nada sobre isso.

Marcos Braz ainda falou sobre a forma como o Flamengo tem operado desde que chegou em Portugal. O VP comentou a ajuda de Bruno Macedo, empresário de Carvalhal e Jesus, e destacou a transparência do trabalho.

- Nada está sendo feito às escondidas. Fiquei instalado no mesmo hotel de sempre e estou com o Bruno (Macedo), que ajudou no processo empresarial a levar o Mister para o Brasil. Tenho falado com pessoas com as quais sempre tive relacionamento. Viemos fazer a mesma coisa no pós-pandemia sem com isso pretender arrumar problemas para ninguém.