Mano Menezes

Mano Menezes foi demitido do Bahia após derrota para o Flamengo (NAYRA HALM/FOTOARENA/LANCEPRESS!)

LANCE!
20/01/2021
12:11
Rio de Janeiro (RJ)

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) divulgou, nesta quarta-feira, detalhes da programação do inquérito que apura a acusação de Gerson a Ramirez por injúria racial. Além dos jogadores de Flamengo e Bahia, o técnico Mano Menezes foi intimado a prestar depoimento sobre o caso.

+ Trio do Flamengo na lista: veja 27 promessas que podem aparecer nos clubes brasileiros em 2021

Mano era o técnico do Bahia na partida em que houve o incidente e chegou a discutir com o meia do Flamengo em campo. Além dele, foram intimados o árbitro, os auxiliares e o delegado da partida. Eles serão ouvidos presencialmente, como testemunhas, no dia 25 de janeiro, às 11h, na sede do STJD, no Rio de Janeiro.

Como o LANCE! já havia informado (confira aqui), Gerson, Ramirez, Natan e Bruno Henrique comparecerão ao STJD no dia 3 de fevereiro. Os atletas do Flamengo irão na parte da manhã, às 10h30, enquanto Ramírez e suas possíveis testemunhas na parte da tarde, às 14h30.

+ Veja mais notícias do Flamengo
+ Ainda dá para o Fla? Confira a tabela completa do Brasileirão


Principais partes envolvidas no caso, Gerson e Ramírez têm até esta sexta-feira, para apresentar provas relativas ao inquérito, como imagens de vídeo e áudios, prova testemunhal e, no máximo, três testemunhas.

RELEMBRE O EPISÓDIO

Flamengo e Bahia se enfrentaram, no Maracanã, em 20 de dezembro. Durante a segunda etapa, Gerson relata que Ramírez teria tido "cala boca, negro" durante uma discussão em campo. O atleta do Flamengo prestou depoimento, assim como outros envolvidos, e o caso está sendo investigado pela Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, no Centro do Rio de Janeiro.