Jorge Jesus

Jorge Jesus completa 65 anos no dia em que faz sua estreia na Copa Libertadores (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

LANCE!
24/07/2019
07:00
Guayaquil (EQU)

Nunca é tarde demais para experimentar. Nesta quarta-feira, dia 24 de julho, Jorge Jesus completará 65 anos e, no comando do Flamengo, disputará pela primeira vez uma partida da Libertadores. Uma experiência que, até pouco tempo atrás, era inimaginável, admite o próprio português. O duelo, pelas oitavas de final da Copa, é contra o Emelec no Estádio George Capwell, em Guayaquil. A bola rola às 21h30 com transmissão em tempo real do LANCE!.

- Se alguma vez me perguntasse se poderia estar em uma Libertadores, o futebol tem dessas condições... Eu não pensava, minha vida era Champions. Mas a Libertadores também é a Champions da América Latina - disse Jesus.

Com longo currículo no futebol de Portugal, onde dirigiu e foi campeão nos gigantes Sporting e Benfica, Jorge Jesus "aventurou-se" na Arábia Sáudita na temporada 2018/19. Com contrato com o Flamengo até junho de 2020, o treinador trabalha pela primeira vez na América do Sul e afirmou que disputar a Libertadores foi um dos motivos para aceitar o convite do clube da Gávea.

- Foi um dos motivos que aceitei o Flamengo, participar desta competição interessante, importante, Com o máximo respeito por todos os adversários. Entra no currículo que já tenho na Europa - afirmou o aniversariante do dia.

NA CHAMPIONS, DESEMPENHO NÃO É BOM

Como técnico do Benfica, entre 2010 e 2015, e do Sporting, entre 2015 e 2018, Jorge Jesus disputou oito edições da Champions League. O desempenho à frente dos gigantes portugueses na principal competição de clubes do mundo não é bom: foram seis eliminações na fase de grupos e uma na fase preliminar.

A melhor campanha do treinador foi na Liga dos Campeões 2011/12, quando levou o Benfica às quartas de final. Na fase de grupos, a classificação veio sem derrotas em uma chave com Manchester United (ING), Otelul Galati (ROM) e Basel (SUI). Nas oitavas, os portugueses eliminaram o Zenit (RUS). Depois, o Chelsea venceu os dois jogos, em Portugal e na Inglaterra, e eliminou o Benfica.

Na Europa League, por sua vez, Jorge Jesus alcançou melhores resultados no comando de Benfica e Sporting. Com os "Encarnados" chegou às finais em 2012/13 e 2013/14, perdendo para Chelsea e Sevilla (ESP), respectivamente, além das idas às semifinais em 2010/11 e às quartas de final em 2009/10.

Pelo Sporting, Jorge Jesus chegou às quartas de final da Europa League, em 2017/18, e a fase intermediária (fase anterior às oitavas de final) em 2015/16.