Cuellar

Titular absoluto, Cuéllar fez temporada de destaque pelo Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/CRF)

LANCE!
13/12/2018
18:50
Rio de Janeiro (RJ)

Gustavo Cuéllar foi um dos principais nomes do Flamengo em 2019, terminando o ano nas "graças da Nação". Seu futuro na Gávea, contudo, pode estar ameaçado. As boas atuações já despertaram o interesse de clubes do exterior no meio da temporada e são aguardadas novas ofertas por parte do empresário do atleta, Gianfranco Petruziello. Por ora, não existem propostas.

- Todo jogador trabalha para receber uma proposta. Está feliz no Flamengo, se não estivesse não teria renovado. Trouxe a proposta do mundo árabe, que foi recusada pelo Flamengo. Respeitei, não deu certo, vida que segue. No segundo semestre, jogou super bem e não recebeu nada. Tentamos  construir algo bom para o clube e para o jogador - afirmou o agente ao site "Coluna do Flamengo".

'Vai ficar a vida toda no Flamengo? Acredito que não. Tem um ciclo muito bonito no Fla. Uma coisa que eu bato com o atleta é que tem que encerrar esse ciclo por cima', afirmou o agente de Cuéllar ao 'Coluna do Flamengo'.

No meio desta temporada, chegaram ao Flamengo propostas pelo volante da Atalanta, da Itália, e do Al Hilal, da Arábia Saudita, mas o clube da Gávea não abriu negociação pelo camisa 8 colombiano, que, em junho, renovou seu contrato até junho de 2022.

Com as mudanças na presidência do clube e na cúpula de futebol, com a vitória da Chapa Roxa, de oposição, na eleição de sábado, dia 8, vencida pelo mandatário Rodolfo Landim, o futuro de Cuéllar é deixado em aberto pelo empresário, que pretende reunir-se com o grupo que comandará o futebol do Flamengo a partir de 2019 em breve.

- Eu estive com a gestão anterior para entender o cenário político, agora vou me reunir com a nova gestão, estou esperando a transição. Não marquei porque estou esperando eles tomarem posse, no dia 19. Vamos conversar a respeito dele, quem sabe com uma vinda já ou não do Felipe Melo. Não tem absolutamente nada até o momento. Empresário gosta de falar que tem sondagem, mas isso é baboseira. Não tem nada de concreto - finalizou.

Rodolfo Landim será empossado e assumirá de forma oficial a presidência do Flamengo no próximo dia 19. Enquanto isso, o grupo já trabalha nos bastidores por reforços. Nesta quinta-feira, por exemplo, membros da nova diretoria se reunirão com representantes do Felipe Melo, volante do Palmeiras.

Para Gianfranco, a possível chegada de Felipe Melo à Gávea, em 2019, resultaria em menos espaço para Cuéllar e, até mesmo, em sua saída do Fla.

- Se o Felipe Melo chegar para jogar na mesma função do Cuéllar, não parece que vai ser um jogador para ficar no banco de reservas. Um jogador do perfil e do quilate do Felipe Melo vem para jogar. Se os dois puderem jogar juntos é uma opção do treinador. Se não puder, a princípio, Cuéllar não joga. Diante de toda situação teríamos que trabalhar em uma provável saída do Cuéllar - disse.